MÃES INTERCESSORAS: À procura de sentinelas!

Objetivo: Encontrar mulheres que sejam capazes de vigiar a fonte de vida de seus filhos.

Reflexão: Imagine uma nascente de um rio de águas cristalinas que brotam da terra e correm em seu leito. Por onde as águas passam trazem vida e alimento, suprindo a necessidade do homem, dos animais e do meio ambiente. O som da nascente é como um louvor de gratidão a Deus que traz paz e tranquilidade. Cenário perfeito! Agora imagine as pessoas começarem a amontoar lixos sobre a nascente, acumularem sujeiras, poluírem as águas, jogarem entulhos no leito do rio. As águas ficarão impróprias para beber, não mais servirão como alimento, os animais se afastarão, a vegetação perderá a sua cor e a fonte, ao longo do tempo se secará. Triste, não é? Mães são como guardas das fontes das águas, são aquelas que vigiam para que a nascente permaneça ali, jorrando vida! As mães zelam para que o lixo, a sujeita e os entulhos não se acumulem na vida dos filhos. Esse é um trabalho contínuo, a limpeza é diária. Os cuidados consistem em oração, ensino, exemplo, fé, devoção, amor, pureza, atenção, vida coerente com os princípios da Palavra de Deus. Sejamos mães guardadoras das fontes de águas limpas que jorram para a eternidade!

Mães intercessoras: “Nesse mar de lama, onde a juventude está morrendo sufocada pelos prazeres do mundo, acariciando a própria morte travestida de vida, sorvendo todas as taças dos prazeres, sem saber que são venenos mortíferos, o mistério das mães como “Guarda das Fontes” é uma necessidade imperativa, intransferível e impostergável. É absolutamente necessário que as mães se esforcem para retirar o lixo e o entulho que estão soterrando as fontes das quais se abastecem seus filhos. Esta geração precisa de Guarda das Fontes que tenham coragem bastante para limpar as nascentes poluídas. Não é um trabalho fácil, e também não é muito popular, mas é vital para salvar a nossa geração.”[1]

Desafio pessoal: Além desses cuidados citados na reflexão acima, de que forma você tem evitado que a corrupção deste mundo alcance seus filhos e família?

Compromisso: Eu quero ser uma SARA, ou seja, uma mãe que ora pela pureza de seus filhos.

Entre em contato com a líder do ministério de mulheres da sua igreja e faça seu cadastro no Projeto Sara.

Caso na sua igreja não tenha o Projeto Sara, informe-se com implantá-lo. Saiba mais no link:  <https://fesofap.portaliap.org/categorias/projetos/projeto-sara/>.

Ficamos à disposição para ajudá-la a implantar esse lindo Projeto.

[1] LOPES, Hernandes Dias. Mães Intercessoras. São Paulo: Hagnos, 2002. p. 76-78.