Consagração Nacional pela Mulher Promessista e pelo Trabalho Feminino na IAP

Consagração Nacional pela Mulher Promessista e pelo Trabalho Feminino na IAP

Junho e Julho / 2013

“A verdadeira sabedoria que vem de Deus, começa com uma vida santa e é vista no relacionamento com o próximo. É cheia de gentileza, bom senso, misericórdia, e é para lá de abençoada. Não muda com o tempo instável e não tem duas caras. Essa sabedoria se confirma na vida comunitária. Você só poderá ter uma comunidade saudável, sólida, bem sucedida e que Deus aprova, somente se trabalhar duro para fortalecer os relacionamentos, tratando todos com dignidade e honra.” (Tg 3: 17, 18 – A Mensagem)

Meditação

  • Deus nos promete fazer capaz de suportar os problemas que nos afrontam constantemente. (1Co 10: 13) 
  • Deus promete usar todas as nossas provações para o nosso próprio bem, no futuro. (Jr 29: 11; Hb 12: 11) 
  • Deus sempre nos dará o consolo nas horas difíceis, e deseja nos usar para consolar outras pessoas. (2Co 1: 3, 4) 
  • Deus faz uso das provações para nos amadurecer e tem uma recompensa especial para aqueles que procuram agir corretamente nas dificuldades. (Rm 5: 3 – 5) 
  • Deus deseja que aceitemos as dificuldades que nos sobrevenha. (1Ts 5: 16 – 18) 
  • Deus sempre vai nos dar resistência e paz especiais nos momentos de provações. (Is 26: 3; 40: 28 – 31) 
  • Deus nos provê de uma armadura capaz de resistir ao inimigo; uma proteção maravilhosa para nos defendermos e vencermos. (Ef 6: 10 – 18) 
  • É fundamental que vigiemos nossos pensamentos. (Fl 4: 8; 1Pe 5: 8 – 10) 
  • Deus promete sabedoria aos que aceitam as provações pela fé. (Tg 1: 5, 6; Pv 2: 3– 60) 
  • Precisamos estar contentes, confiando em Deus para suprir o que necessitamos, em meio às tribulações. (1Tm 6: 6 – 8; Hb 13: 5, 6) 
  • Ler o Livro de Tiago

Orações diárias, com as meditações acima, e jejuns de 15 em 15 dias (12 ou 24 horas, conforme sua resistência e disponibilidade)

Objetivos de Oração

1.         Busquemos do Senhor o fortalecimento espiritual e sabedoria para as lideranças do trabalho feminino da IAP.

2.         Em tempos de agitação, fadigas, acúmulo de atividades e preocupações, apresentemos a Deus as mulheres que compõem as Diretorias da Fesofap, Resofap’s e Sofap’s, pedindo que Ele conceda: equilíbrio, saúde física, mental, emocional, espiritual, livramentos, proteção, etc.

3.         Em tempos de reformulação do Regimento, oremos buscando a orientação e direção do Senhor, para que Ele seja glorificado e Sua Igreja edificada, em especial as mulheres que O servem através dela.

4.         Não nos esqueçamos de buscar sabedoria para, como líderes, atrairmos, envolvermos e integrarmos as mais jovens, que tanto têm para oferecer ao trabalho feminino na IAP.

5.         O Congresso Administrativo está se aproximando. Seja ele, diariamente, alvo das nossas orações. Que o objetivo – reformulação do Regimento – seja alcançado. Que o Regimento da Sociedade Feminina da IAP não seja mero ajuntamento de normas, regras e determinações, mas um documento facilitador para alcançarmos os propósitos de edificação de toda a IAP.

6.         Oremos, colocando nas mãos do Senhor, toda a programação do Congresso, bem como tudo o que envolver esse evento (local, transporte, participantes, preletores, músicos, colaboradores em geral). Que todos, tenhamos consciência e visão espiritual de sua real importância, para que através dessa programação no Nome do Senhor e a Sua Palavra prevaleça na vida da Igreja.

7.         Oremos, pedindo forças do Senhor ara sermos cuidadosas na elaboração de nossas agendas diárias, e que nosso momento à sós com Deus jamais venha faltar.

8.         Oremos também para que sejamos constantes, perseverantes em tudo o que nos propusermos a fazer, e que o Senhor nos ajude a dizer o SIM e também o NÃO, conforme a necessidade, com humildade e reconhecendo nossa limitação – “… que a nossa palavra seja sim, sim; e não, não; para não cairmos em condenação.” (Tg 5: 12b).

9. Oremos pelos nossos pastores e suas famílias. Peçamos por eles a Deus: saúde, harmonia familiar, vitórias no Ministério e fortalecimento para prosseguirem no centro da vontade de Deus.

“E seja sobre nós a graça do Senhor nosso Deus,e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos.” (Sl 90: 17)