A vida é feita de fases, aproveite-as

A vida humana é marcada por fases, que correspondem a sucessivas mudanças motoras, cognitivas e psicossociais que ocorrem ao longo do ciclo vital. Segundo Papalia, doutora em Psicologia do desenvolvimento e ciclo vital, o ser humano passa por diversos períodos, como: pré- natal, primeira infância, segunda infância, terceira infância, adolescência, início da vida adulta, vida adulta intermediária e vida adulta tardia.

O primeiro período consiste na fase intrauterina, cuja característica predominante é o bebê reconhecer, preferir e responder à voz de sua mãe. Já na primeira infância, a criança inicia a percepção de si e os sentidos começam a desenvolver-se.  Na segunda infância existe o predomínio do pensamento egocêntrico.  Já na terceira infância ocorre o aumento da compreensão do ponto de vista alheio e diminuição do egocentrismo. Na adolescência, ocorre o domínio do pensamento abstrato, ou seja, temos representações que não correspondem a nenhum dado sensorial, como: amor e beleza.  O início da vida adulta  é marcado por escolhas educacionais, vocacionais e conjugais.  Em contraponto, a vida adulta intermediária corresponde uma época de estabilidade na carreira, familiar e financeira. Por último, ocorre o declínio da capacidade física.

Observa-se que desde pequenos somos bombardeados por desafios. Em cada período existe uma dificuldade a ser superada. O que acaba contribuindo para o nosso desenvolvimento. A criança, por exemplo, precisa cair várias vezes para aprender a andar. Posteriormente, ela precisará aprender a ler, escrever, escolher uma profissão, escolher seu cônjuge e etc. A ressalva diante desse cenário, consiste nos prazos que estabelecemos para cada coisa acontecer, pois somos peritos em estipularmos datas para encontramos a pessoa ideal, sermos promovidos no serviço e adquirirmos nossos bens materiais. Contudo, muitas vezes, as coisas não saem conforme o planejado e, consequentemente, somos acometidos pelas frustrações e fracassos.

Em Salmos 139: 6, diz: “Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir”. A grande lição que tiro desse versículo, consiste que Deus tem um plano e um tempo para a vida de cada indivíduo. A forma como Ele trabalha são particulares.

Todavia, temos a tendência de compararmos nossa vida com a do próximo. Mas, o projeto de Deus para nossas vidas é único e feito exclusivamente para nós. Ele nos dotou com características individuais e o tempo de amadurecimento é diferente para cada um. Passaremos por momentos de alegrias e tristezas, renúncias e conquistas. Não queiramos pular os estágios da vida, pois eles são fundamentais para superarmos os desafios futuros.

Então, aproveite cada fase e busque compreender aquilo que Cristo quer te ensinar.

Por: Beatriz Fresche de Souza, psicóloga e congrega na Igreja Adventista da Promessa de Americana.