Sorte não, Providência!

Você se considera uma pessoa de sorte? O filme Sorte no Amor, comédia romântica, aborda muito bem este conceito, nele a personagem principal é considerada uma pessoa sortuda, pois tudo dá certo na sua vida, é bem-sucedida, mora em um bom apartamento, tem o emprego dos sonhos, porém no decorrer do enredo, a mesma “perde” sua sorte para um rapaz bem azarado, a vida deste é totalmente o oposto da dela. O filme prossegue com a moça tentando recuperar sua sorte, por sinal é bem divertido de se assistir.

Comecei dando o exemplo do filme, para demonstrar o quanto a sociedade se baseia neste conceito, se tudo dá certo, tenho sorte, o contrário, sou azarado entre outras coisas. De acordo com o dicionário, a palavra sorte significa: destino, fado, acontecimento casual. Falando em casualidade, lembrei do trecho daquela música “o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído”. Perceba, nossa vida não é condicionada ao acaso, pelo contrário, existimos porque existe um Deus que cuida de nós, que sabe quantos fios de cabelo têm na sua cabeça, quanto mais do seu futuro.

O sábio Salomão expressou muito bem isso ao escrever “os homens jogam os dados sagrados para tirar a sorte, mas quem resolve mesmo é Deus, o Senhor” Pv 16:33. Não adianta depositar sua esperança, vida ou futuro, em amuletos, ou qualquer outra coisa, pois nosso destino está nas mãos de Deus, é como diz o versículo “Entrega teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará” Sl 37:5.

O Senhor é quem conduz nossa sorte, a bíblia é repleta de trechos expressando isso, Deuteronômio 28, por exemplo, relata as bênçãos que o povo de Israel teria ao entrar na terra prometida, “Ele abrirá o céu, onde guarda as suas ricas bênçãos e lhes dará no tempo certo, se obedecerem fielmente”. Essa mesma palavra serve para nós nos dias atuais, mas observe o ‘se’ indicando condição, é necessário obedecer.

Logo o servo de Deus, tem uma vida abençoada, as vitórias e conquistas são as bênçãos do Senhor repousando sobre a vida dele, enquanto que as doenças, perdas e dificuldades, são as breves e momentâneas provações que estimulam a fé. Não apenas os servos, mas toda a humanidade recebe essa benesse, chamamos a isso de graça comum¸ na qual Deus, confere aos homens habilidades profissionais, intelectuais, morais e físicas.

Se você até então depositava situações da sua vida ao acaso ou a sorte, saiba que tudo está nas mãos de Deus, que ele sempre providencia o melhor e abençoa seus filhos, basta ser fiel e obedecer.

Por: Hanna Katarine dos Santos Felipe, Biomédica, congrega na igreja Adventista da Promessa em MARCO –  Belém-Pa

 

Graça comum e graça salvadora, Disponível em: <prwilliamdejesus.blogspot.com.br/2010/10/graça-comum-e-graca-salvadora.html?m=1> Acesso em 15 de maio, 2018.