Razões para participar de um Pequeno Grupo

Jesus nos ensinou o modelo de igreja em Pequenos Grupos (PG). Seu ensino foi prático e aplicável em nossos dias. O PG de Jesus tinha 12 homens simples que fizeram coisas extraordinárias. O texto Bíblico registrado em Atos dos Apóstolos, diz que os cristãos “[…] continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos” (At 2:42-47 – NVI).

Esse texto nos mostra que os cristãos do primeiro século não apenas viviam a igreja nos lares, mas contavam com a simpatia da comunidade e, principalmente, novas pessoas eram alcançadas pelo evangelho todos os dias. Você já faz parte de um PG? Veja cinco razões para não ficar de fora:

  1. É Bíblico. No livro do Êxodo (18:21-23, 26 – NVI) vemos Moisés formando grupos menores para administrar e pastorear o povo. No novo testamento vemos a igreja na casa de Maria, mãe de Marcos (At 12:12). O PG também estava na casa de Priscila e Áquila (Rm. 16:3-5 e I Co. 16: 19); Filemon (Fl 2) e na casa de Ninfa (Cl. 4:15, At 2:41-47).
  2. Possibilita comunhão. Precisamos uns dos outros. Não podemos viver sozinho, isolados de tudo e de todos. Quando isso acontece, nos entristecemos e perdemos a razão de viver. A melhor forma de ser amado é amar. No PG temos comunhão uns com os outros.
  3. Abre espaço para o serviço. No PG você encontra espaço para exercer seu dom. Todo Cristão tem pelo menos um (I Co 12:11 – NVI).
  4. Ensina o amor ao próximo. Você será abençoado com novos amigos e vai poder ajudar de modo mais efetivo e menos teórico. Não há melhor forma de viver o evangelho de Jesus Cristo do que quando ajudamos o próximo. Experimente!
  5. Permite crescimento. Você vai crescer em muitos aspectos e vai cumprir a missão de pregar o evangelho de Jesus Cristo. No PG muitos cristãos estão (re)aprendendo a orar pelas pessoas, ministrar a Palavra, louvar a Deus, pastorear, se relacionar, ouvir, falar, contribuir, perdoar e muito mais. Participe você também!

Por: Dsa. Genilda Murta, enfermeira, Jornalista. Serve a Deus na Igreja Adventista da Promessa em São Caetano do Sul, SP.

Nenhum comentário

Comentários estão desativados