O que é ser cristã

A vida é feita de escolhas, diz um certo pensador.

Ao fazer o homem (gênero) Deus lhe deu o livre arbítrio. Nesse sentido, desde o início da sua existência, o ser humano tem liberdade para agir e fazer as suas próprias escolhas no decorrer de toda a sua vida.

Assim, manifesta a sua preferência pela roupa que vai vestir, pelo alimento que quer ingerir, pelo programa de tv que quer assistir, pelo site que quer acessar, pela profissão que quer seguir, pelo marido ou esposa com quem quer se casar, pela quantidade de filhos que deseja ter, pelo político em quem quer votar, pelo time de futebol que quer torcer, pelo corte de cabelo, pelos amigos que quer ter e assim vai por aí afora.

Em relação à vida espiritual não é diferente: Deus concedeu a cada ser humano a liberdade para escolher segui-lo ou não e na Bíblia Ele se revela e indica as consequências para a escolha a ser feita. Aqui é interessante notar que não tem terceira alternativa. A omissão é uma escolha.

Dessa forma, fazer opção por obedecer a Deus significa, em primeiro lugar, restabelecer a amizade com Ele mediante a fé em Jesus Cristo.

Se é certo que “… todos pecaram e carecem da glória de Deus”, também é certo que entender a necessidade de ser novamente aceito pelo Pai e dar o primeiro passo para que isso aconteça é um divisor da história de vida de cada ser humano.

De fato, aceitar Jesus Cristo como redentor e Senhor tem implicações tão profundas e impactantes que conduzem aqueles que passaram por essa maravilhosa experiência a testemunhar sobre o antes e o depois de ser cristã.

Na prática e a título exemplificativo, ser cristã é estar reconciliada com Deus e ter um veredicto de condenação por seu pecado transmudado em uma sentença de absolvição da culpa e do castigo pela desobediência. É reconhecer que a justificação não ocorre por qualquer merecimento pessoal, mas sim, única e exclusivamente, pela graça do Pai por meio da fé em seu Filho Jesus Cristo. É ter acesso a Deus por meio de Jesus Cristo. É deixar de ser apenas criatura para ser filha de Deus. É ser morada do Espírito Santo, que, dentre outras coisas, guia, ensina, corrige e dá forças para, gradativamente, mortificar a carne e vencer o pecado.

Ainda, ser cristã é ter um estilo de vida capaz de ser identificada como discípula de Jesus Cristo onde quer que se encontre e em qualquer situação. É enfrentar as adversidades com perseverança, sabendo que a sua fé será fortalecida. É ter a mente transformada e produzir bons frutos. É imprimir sentido à vida nesse mundo. É, enfim, ter a certeza que Jesus Cristo, seu Salvador e Senhor, voltará para buscá-la, oportunidade em que poderá desfrutar plenamente de toda a glória de Deus. Enquanto isso não ocorre, ser cristã também é compartilhar das boas novas do evangelho de Jesus Cristo com aqueles que ainda não foram salvos, com o objetivo de expandir o Reino de Deus. É pedir sabedoria a Deus para fazer boas escolhas e ansiar pela volta de Jesus, quando ouvirá:

“Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” (Mt 25.34)

Você já fez a sua escolha?

Fonte: Margareth A. Rebouças. Covre

Nenhum comentário

Comentários estão desativados