Construa seu jardim! Separando um lugar para o seu devocional

Certamente há em nossa casa um lugar que consideramos mais aconchegante. Pare e pense: qual o lugar dela que você mais gosta de estar? Pode ser a sala, um escritório com livros, um pequeno jardim, uma pequena área a céu aberto (quintal, jardim, etc.) ou então seu próprio quarto. O certo é que, via de regra, temos um lugar em casa para relaxar ou não! Caso contrário, talvez você possa conhecer, no bairro ou cidade, um ambiente que te dê a sensação de paz, prazer, descanso e tranquilidade.

Os grandes personagens da Bíblia também tinham seu lugar de devoção. Construíram seu jardim. Eles se retiravam diariamente para buscar a Deus na sua Palavra, na oração e em outros exercícios espirituais, como a solitude, desabafo, jejum.  Daniel, em um episódio, aparece orando em seu quarto (Dn 6.10); a profetisa Ana, fez seu jardim no Templo, onde todos os dias, dia e noite, praticava a oração e jejuns diante do Senhor (Lc 2.36-37); e Jesus, ia literalmente a um jardim, como nos conta Lucas: “E, saindo, foi, como costumava, para o monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram”. (Lc 22.39). Nesta citação de Lucas, a palavra costume (ethos) significa um hábito. Orar para Jesus era lei!

Aliás, quando Jesus fala sobre a principal oração cristã e ensina os discípulos a orarem (Pai nosso – Mt 6.9-13), ele trata da oração como uma atividade, que também deveria ser praticada e exercida no aconchego de casa. Jesus disse: “Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará”. (Mt 6.6). É bom ressaltar que Jesus não proíbe as orações públicas, mas sim a autopromoção na oração coletiva. Jesus enfatiza que o Pai é aquele a quem as orações devem ser dirigidas, e não a audiência humana.

O quarto é o “jardim” que Cristo indica que os seus discípulos deveriam cultivar uma vida de intimidade com o Pai. Com isso Ele simplifica o acesso por meio da oração. Não só na reunião coletiva (no Templo), mas na intimidade do quarto, temos a possibilidade de estar junto com Deus, falando com Sua majestade na simplicidade de nossas casas.

FESOFAP lançou o e-book “Devocionais do Jardim”. Uma série de devocionais para aplicação em Pequenos Grupos, Jardins de Oração ou na sua devocional diária para baixar é só clicar aqui: fesofap.portaliap.org

Por: Andrei Sampaio Soares Teólogo, escritor/editor do Além Portal