Tempo de descanso

Um período para descansar e brincar

A Bíblia fala de uma forma negativa a respeito da “ociosidade” (Pv 6:6-11;1 Tm5:13), referindo-se àueles que são preguiçosos com palavras abomináveis como “indolente”; “ocioso” e “desocupado” – e muito positivamente a respeito do labor e do trabalho (Lc 10:7); I Co 3:8-9; Ef 4:28; 1 Ts 4:11). Dada a admoestação de que devemos trabalhar seis dias e descansar um (Ex 34:21), podemos chegar à conclusão de que a Bíblia é a favor do muito trabalho e nenhuma diversão. Isso está longe de ser verdade!

Jesus esperava que seus discípulos se “retirassem” periodicamente para descansar e a Escritura tem repetidas referências aos benefícios do “divertir-se” (Pv 15:13, 15; 17:22; Lc 15:32).

A Bíblia fala de mais de 70 dias no ano nos quais “nenhuma obra servil” deve ser feita (Lv 23:7-8): As festas de 7 dias que marcam a Páscoa, a Festa dos Tabernáculos e Semanas, assim como a Festa das Trombetas e cada sábado! Além de sevirem para descansar e orar, os dias de lazer são associados na Bíblia à comida, a dar presentes, cantar e grande alegria (Ap 11:10).

Um tempo para descansar do trabalho é indicado àqueles que estão experimentando sofrimento e dor (Mc 6:31-32), àqueles que estão buscando aperfeiçoamento espiritual para fazer a vontade de Deus (Mt 4:1-11), àqueles que estão entrando em um período intenso de oração (Mc 6:46) e aos recém-casados (Dt 24:5).

Fonte: A Bíblia da Mulher – Almeida Revista e Atualizada – pg 1571