Seja uma torcedora!

Como é bom poder ter amigas e irmãs para compartilhar a vida. Participar dos momentos marcantes, estar disponível para abraçar e orar, sorrir junto, partilhar sonhos e planos. Às vezes a partilha vem de tristezas e dores. Por vezes o abraço é acalento e apoio. E ainda bem que “suportamos uns aos outros em amor”!

“Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram”.

Romanos 12.15.

No entanto esse texto me fez pensar para além da compaixão. De primeiro momento nós podemos pensar que é muito mais fácil sorrir com os que estão sorrindo, mas não se espante se você perceber que é mais fácil ainda chorar com os que choram. A empatia, compaixão e apoio aos que sofrem acabam sendo mais fortes em nosso tratar para com o outro. Isso porque muitas vezes podemos estar em uma situação melhor ou mais cômoda. Podemos ser aquele que abraça e aconselha o “coitado sofredor”, enquanto estamos muito bem plenas em nosso mundo perfeito. Nos colocamos no lugar do outro e logo nos lembramos “ainda bem que não foi comigo”.

Agora, de fato se alegrar com os que se alegram pode ser muito mais profundo e difícil. Isso porque, a conquista do outro pode evocar em nós sentimentos, até então adormecidos, de “por que ela e não eu? ” E nesse exato momento, você pensou: “Como assim? Imagine, isso não acontece comigo”…. Sim, todos somos humanos, cheios de sonhos, planos, desejos, expectativas e anseios e pode ser que em algum momento a não realização de algum deles nos leve a sofrer ao invés de nos trazer alegria quando nossas amigas conquistam e nós não.

A Palavra nos convida a ter o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que por amor de nós, esvaziou-se de si mesmo, nos substituindo na cruz do calvário, se fazendo pecado por nós. Devemos nos atentar para que cumpramos o mandamento de amar ao próximo como a nós mesmos, e se de fato amamos nosso próximo, queremos que ele sorria cada vez mais, que nossas amigas conquistem aqueles sonhos mais lindos, que consigam comprar a tão sonhada casa própria, que façam aquela viagem inesquecível, que gerem filhos lindos!!

Seja a “cheerleader” mais entusiasmada da face da terra! Sabe aquelas líderes animadoras de torcida que ficam o tempo inteiro cantando, incentivando e torcendo pelo time e quando eles pontuam elas fazem ainda mais festa? Seja uma torcedora!! Vibre, anime suas amigas e irmãs, torça vigorosamente por cada uma delas, e principalmente, quando alguma delas te contar que o tão sonhado desejo se cumpriu, faça ainda mais festa! Se alegre com a honra dela, veja o agir de Cristo sobre ela e lembre-se que a alegria te alcançará de maneira tão impulsiva que você pode até se esquecer por um momento ou dois que você ainda espera a sua benção.

 

“… e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.”(1Co 12.26).

 

Tatiane de Carvalho Andrade Vitorino, congrega na IAP de Vila Nhocuné, secretária executiva Bilíngue, esposa de Pedro Vitorino da Silva Jr. e mãe da Liz (que chegará em agosto)