Seja uma “influencer” na vida real: exerça empatia

“Já tinham desistido os camponeses de Israel, já tinham desistido, até que eu, Débora, me levantei…” Juízes 5:7

De origem simples, Débora prestava atendimento ao povo embaixo de uma Palmeira. Nas Escrituras Sagradas no livro dos Juízes, capítulo 4 e 5 é apresentada como esposa de Lapidote, e numa época em que não havia rei era considerada juíza, anotando-se que os últimos ocupantes desse cargo foram homens. Nossa inspiradora convocou e liderou o exército de israelitas contra o domínio de Canaã por volta do século XII a.C. e de maneira maravilhosa animou os guerreiros. Sim, Débora já era uma influencer num período da história em que essa palavra ainda não existia. Uma mulher notável cuja vida inspirava outras vidas!

A palavra “influencer”, de origem inglesa, significa influenciador, uma pessoa que detém o poder de influência em um determinado grupo de pessoas. Hoje temos o digital influencer, ou seja, influenciador digital que impacta seguidores, todos os dias, com o seu estilo de vida e suas opiniões.

Quando o exército foi convocado, o comandante insistiu para que Débora fosse à frente, pois sua presença seria capaz de inspirar confiança nos homens escolhidos para a guerra. Ao final da batalha ela cantou um hino de gratidão ao Deus de Israel.

Nossa realidade com certeza é mais simples que a dela, mas pare um momento e reflita: você influencia e é influenciada de muitas maneiras! Olhe ao seu redor, observe as pessoas que se importam com sua opinião, quantas são atingidas por suas decisões e de que forma isso está ocorrendo. Você tem sido uma boa influenciadora em seu meio? Sua vida tem ajudado vidas? Se a resposta for negativa é hora de repensar suas atitudes e especialmente suas palavras.

Todas necessitamos da ação do Espírito Santo, principalmente de uma dose extra de amor, porque através de seu fruto nossa margem de acertos é incalculável (Gálatas 5:22), afinal ninguém pode oferecer aquilo que não tem.

Em Colossenses 3:16 lemos: A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros…”

Ensinar e admoestar são passos que levam a influenciar! Vamos lá, comece. Tenha fé!

Seja uma “influencer” na vida real, orientada pelo Espírito Santo.  Use o seu melhor que é a alegria do Senhor que habita em seu coração!

Nosso Salvador com certeza é o maior exemplo de como impactar vidas com excelência. Sim, com empatia vamos exercer influência como Jesus nos ensinou: amando ao próximo como a nós mesmas (Mateus 22:39).

Diaconisa Genilda Farias, casada com o diácono Silas Farias e mãe do Pedro José,. Pedagoga, congrega na Iap de Vila Maria – SP