Recalculando a rota

A transformação de Pedro é algo impactante para qualquer praticante do evangelho, e diante deste tema, não me vem outro personagem melhor do que ele. Pedro conviveu lado a lado com Cristo durante o seu ministério exercido aqui na Terra, e mesmo assim, foi Pedro quem O negou três vezes. O tipo de negação a Deus foi feito literalmente com palavras, mas, quantas vezes nós não negamos a Deus com as nossas atitudes?

Algo que aprendi durante a minha trajetória cristã, é que a NOSSA VIDA é uma adoração a Deus. Adorar a Deus é exaltar, honrar e glorificar o nome dEle em tudo que fazemos e onde quer que estejamos. Muitas vezes esquecemo-nos disso, e acabamos nos deixando levar apenas com a adoração passageira feita nos cultos. Quero que você reflita nesse momento: o quanto você tem adorado a Deus com as suas atitudes diante dos ambientes em que você está inserido?

Voltando a historia de Pedro, sabemos que antes de Cristo ele era um pescador, e Jesus usou deste mesmo cenário para dizer que ele não seria mais um pescador de peixes, mas sim um “pescador de almas”. Depois da morte de Cristo e de sua ressureição, em uma das suas aparições aos discípulos Jesus encontra Pedro pescando peixes novamente, regredindo à sua historia antes de se tornar um discípulo do Senhor.

De fato, infelizmente durante a nossa caminhada nós iremos cair, e negar a Deus de alguma forma como este discípulo fez. Isso pode soar um pouco rude, mas é a realidade. Porém, não tem como deixar de citar a grande e inspiradora caminhada de Pedro como um dos líderes do cristianismo diante da igreja primitiva. Pedro precisou esquecer-se do pecado que havia cometido para que ele seguisse firme à missão dada a ele: apascentar as ovelhas de Cristo. (Jo 21:15-19).

A graça de Deus é tão misericordiosa, que faz com que Ele nos ame tanto ao ponto de esquecer nossas atitudes carnais para nos moldar e nos tornar pessoas que carregam o caráter de Cristo. Você pecou? Você errou? Se arrependa, esqueça-se do seu passado e caminhe rumo ao destino de Cristo para você. O mesmo que negou Jesus três vezes, foi aquele que liderou a igreja primitiva e morreu crucificado por conta do nome de Cristo, ao ponto de pedir que fosse crucificado de ponta cabeça, pois o mesmo sabia que não era digno de morrer da mesma forma que Cristo morreu.

Pedro precisou recalcular a rota para caminhar e alcançar a missão que foi dada a Ele. Agarre a graça de Deus, que é capaz de apagar os seus pecados e moldar o seu coração em gratidão, afim de você viver um estilo de vida em adoração a Ele.

Espero que essa mensagem possa impactar o seu coração, assim como impactou o meu. Que Deus te abençoe, e que você busque estar cada vez mais presente e empenhada no seu relacionamento com Cristo.

Por: Vitória Carolina Marques Pereira, estudante de Psicologia e congrega na IAP Vila Medeiros