O valor da disciplina

“Instrui a criança no caminho em que deve andar, e mesmo quando envelhecer, não se desviará dele”

Atualmente nota-se que, em muitos lares, os filhos ficam por conta da televisão, computador, celulares, sem receberem a devida instrução de seus pais. Em Provérbios 22.15 diz que “a tolice está ligada ao coração da criança, mas a vara da correção a livrará dela”.

A Bíblia nos orienta que devemos “corrigir”, “disciplinar”, “ensinar” as crianças. Nesse sentido, inclui-se a oração pelos filhos, por seus professores, pelos seus amigos e colegas, pelas pessoas que cuidam dos filhos enquanto seus pais se ausentam para trabalharem.

Enquanto pais, é dever ensinar os filhos que eles são a luz nesse mundo (Mateus 5.14), pois é exatamente isso que Deus quer de nós, pessoas prontas para as boas obras e que glorifiquem a Deus, nosso Pai que está nos céus, ou seja, resplandecer a luz de Cristo através das nossas atitudes como: amar, perdoar, levar as Escrituras, servir, obedecer, para que todos vejam no modo de viver o raiar da luz e não a escuridão das trevas (Mateus 5.16).

“Instrui a criança no caminho em que deve andar, e mesmo quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22.6). Esse verso orienta que os pais tem a responsabilidade da instrução quanto ao caminho correto a ser seguido. Ensinar que sempre existirá a escolha certa a fazer, o caminho certo, e mesmo com o passar dos anos, os filhos não se desviarão dele. Se acaso se desviarem, os pais precisam corrigir os passos a fim de que retornem à retidão.

Por fim, o castigo faz parte da metodologia do ensino, da disciplina, da correção, desde que proporcional à ofensa, com sabedoria, muito amor e motivação. “Quem se nega a castigar seu filho não o ama; quem o ama não hesita em discipliná-lo.” (Provérbios 13.24).

Sou filha da promessa e aprendi que obedecer é melhor do que sacrificar. Ame seu filho hoje, corrija-o, para que não chores e nem te envergonhes dele amanhã. É promessa do Senhor: “Honrar pai e mãe para que te prolongue seus dias na terra” (Ex 20.12).Lembre-se: O amor supera todas as correções.

Maria Lucia Rufino Duarte, Resofap Matogrossense