O diagnóstico do médico: não poderia engravidar

No dia 9 de janeiro de 1987, nós nos casamos. A princípio tudo ia muito bem, até o momento em que decidimos ter o nosso primeiro filho. Passaram-se os meses, porem nada acontecia. Então decidimos procurar um médico. O diagnostico foi que eu não poderia engravidar.

Foi um momento de muita tristeza, muita angústia, mas confiando em Deus foi que tudo aconteceu. Após cinco anos veio a resposta do Senhor.

Resolvi fazer os exames novamente, e Deus, como sempre, está no comando de todas as coisas; respondeu minha oração e o meu clamor.

Para honra e glória do Senhor, engravidei e minha filha nasceu perfeita. E as bênçãos do Senhor não pararam por aí, após dois anos engravidei novamente, para que se cumprisse o que está registrado no livro de Mateus 7:7 “Peçam e vocês receberão aquilo que pedirem…”.

Após muitos anos, venho hoje, cumprir o voto que fiz desde o início. Agradecida a Deus por tudo que Ele fez e tem feito nas nossas vidas. Louvo a Ele por esta e outras bênçãos recebidas.

Dsa. Silvana Martins Fialho

IAP Olímpia – SP