Não cesse de fazer o bem

Temos a porção necessária da graça de Deus para cada dia: generosa, sacudida e transbordante!

 

“Até aqui nos ajudou o Senhor!” (1 Sm 7.12). Ao concluir esta gestão de quatro anos de trabalho à frente da Federação das Sociedades Femininas Adventista da Promessa, não poderiam ser outras as minhas palavras. Foram anos de muito trabalho e de muita alegria, já que servir a Deus é um privilégio.

Ao longo deste período, o Senhor esteve diariamente do nosso lado em todos os desafios. Mas devo registrar que, além dele, muitas outras pessoas estiveram também me apoiando: meus familiares (o Senhor não poderia ter me dado uma família melhor), a equipe de trabalho (companheiras fiéis), nossos pastores líderes (com os quais sempre pude contar), colaboradoras (estiveram disponíveis sempre que precisei), intercessores (sei que Deus levantou um pequeno exército de mulheres e homens que, diariamente, intercederam por nós) e muitas outras pessoas, às quais sempre serei grata.

Além de ter chamado a mim e a toda a equipe da Fesofap, Deus chamou também mulheres para trabalharem nas Resofap’s (Regional das Sociedades Femininas) e Sofap’s (Sociedades Femininas). E vocês estiveram lá, diligentes, dedicadas, cheias de amor por ele e por sua obra. Por todas vocês, louvamos incessantemente a Deus. Nossa gestão administrativa se encerra neste final de ano, portanto, está quase concluída, mas os desafios da igreja ainda não.

Há mais de dois mil anos, Cristo instituiu a igreja aqui na terra. A Bíblia nos assegura que essa igreja tem algumas marcas: a unidade (é unida nos principais pontos da fé cristã), a universalidade (é composta por pessoas de toda a terra) e a santidade (formada por pessoas que foram justificadas por Jesus e libertas do poder do pecado). Zelar pela santidade da igreja tem sido o desafio dos verdadeiros cristãos através dos séculos, já que a igreja está inserida neste mundo que jaz no maligno e, diariamente, seus membros lutam contra a presença do pecado em suas vidas.

Nos últimos oito anos, a direção da Igreja Adventista da Promessa tem a busca pela santidade como lema. Mulheres, continuemos a buscá-la. Essa não é uma missão fácil. Temos que lutar contra nós mesmas, contra a nossa própria natureza. Temos que orar sem cessar, vigilantes por nós e pelas nossas famílias. Temos que ser mulheres de valor que influenciam seus lares, suas famílias, seus amigos. Temos que ter a palavra de Deus em nós e estarmos preparadas em todo o tempo. Temos que receber a disciplina dada por Deus, afinal, ele disciplina aqueles a quem ama. Uma igreja santa pratica a disciplina eclesiástica.

Mulheres, não desistam! Apesar de não ser fácil, a santificação é possível e valerá a pena, pois a igreja que Cristo virá buscar é santa!

Além da santidade, o lema trabalhado nesse quadriênio enfatiza a proclamação.  Esta missão também é nossa e requer nossa dedicação. É necessário e urgente proclamarmos o evangelho de Cristo! Necessário, porque a Bíblia nos assegura que somente quando esse evangelho for pregado em todo o mundo, virá o fim. E urgente, porque diariamente pessoas perecem sem Cristo! Essa informação deveria inflamar nossos corações. Muitas dessas pessoas estão ao nosso alcance. São nossos familiares, nossos vizinhos, colegas de trabalho… Algumas dessas pessoas sentam-se diariamente ao nosso lado nos ônibus, nos trens, nas salas de aula… Muitas quase esbarram em nós nas ruas, nas escolas, nos salões de beleza…

Esteja atenta às oportunidades que você tem, a cada dia, para proclamar esse evangelho.

Essa decisão implicará algumas mudanças em sua rotina:

  • Comece pedindo ao Senhor que a faça enxergar essas oportunidades, que “abra seus ouvidos espirituais” para que ouça a voz do Espírito Santo;
  • Reorganize sua agenda diária/semanal. Reserve um tempo livre para que o Senhor a use. Nesse tempo, esteja à disposição para o trabalho que aparecer. Poderá ser uma conversa com alguma pessoa necessitada ou liderar um Pequeno Grupo. Ou ainda, colaborar com uma família que está precisando de ajuda material, como uma pessoa enferma precisando de cuidados; uma criança precisando de reforço escolar; uma família precisando de suas habilidades como costureira, enfermeira, arrumadeira, passadeira. Enfim, as possibilidades são imensas;
  • Entenda que essa é uma porta que o Senhor abrirá para que o evangelho chegue até essa família. Mantenha isso em mente;
  • Persevere! Não pare no meio do caminho. Insista mesmo quando empecilhos surgirem;
  • Lembre-se de estar vigilante em oração e santificação em todo o tempo.

Entenda que essa é uma porta que o Senhor abrirá para que o evangelho chegue até essa família. Mantenha isso em mente! Persevere! Não pare no meio do caminho. Insista mesmo quando empecilhos surgirem. Lembre-se de estar vigilante em oração e santificação em todo o tempo!

Nosso moto oficial pede que “seja sobre nós a graça do Senhor nosso Deus” e que Ele “confirme a obra das nossas mãos” (Sl 90.17). Nós podemos contar com a porção necessária da graça dele para cada dia. Ela esta lá, generosa, sacudida, transbordante! Sabemos, também, que as obras não podem salvar-nos, mas os salvos as praticam. Então, sigamos o conselho do apóstolo Paulo: “E não nos cansemos de fazer o bem porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido” (Gl 6.9).

 

Elaine C. Fontana Cunha

Nenhum comentário

Comentários estão desativados