Mulher, por que choras?

“Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras?” (João 20:15).

O choro pode ser de alegria ou tristeza! É muito natural vermos as mulheres chorarem, pois elas expressam seus sentimentos com mais facilidade, não por fraqueza, mas por muita sensibilidade. Ao contrário do que pensam, os homens também choram! E alguns, até choram mais que as mulheres!

O choro é uma expressão dos sentimentos e em algumas situações diz muita coisa e sem palavras. Ele provoca a reação de consolo, de solidariedade, de respeito, de carinho e até um abraço fraterno.

O contexto do versículo apresenta a mulher de nome Maria Madalena. Ela já havia chorado muito antes, mas era um choro de desespero, sem rumo. Quem sabe talvez por causa da sua família, alguma decepção amorosa, ou envolvimento com forças ocultas? (Lucas relata que ela era possuída por espíritos malignos: Lucas 8:2). Ao ser liberta pelo Messias, deve ter chorado de alegria por conhecer Jesus, o Filho de Deus! Ela foi uma das mulheres que permaneceram ao lado do Senhor, quando os seus discípulos foram embora!

Nos dias de hoje, muitas mulheres choram também. Em público, ou escondidas, na beira da sua cama ou do leito do hospital, e a mesma pergunta se repete: mulher, por que choras? Eu não sei a razão do seu choro, se é por traição por parte do seu marido, se é por seu filho, pela morte do familiar ou uma pessoa muito querida, talvez seja por uma injustiça, tribulações, enfermidade, por amores não correspondidos ou dilemas da adolescência ou por uma situação que parece impossível, enfim cada um tem a sua história…

Confie em Deus sempre! Procure por Ele na Palavra e em oração. Frequente uma comunidade cristã, pois lá existem pessoas que te ajudarão a conhecer o Senhor da Vida, Jesus Cristo! O salmista nos encoraja a confiar em Deus:                                    “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. (Salmo 30:5b).

Maria Madalena teve seu choro transformado em “choro de alegria”. Ela anunciou a mensagem que o Cristo ressuscitou. Ele falou com ela! Ele trouxe Paz e consolo ao seu coração.

Faça como Maria Madalena, entregue sua vida ao Senhor. Você tem valor para o Rei da glória e Senhor da vida! Não esqueça… Não chores mais!  Ele te ama! Tenha um “choro” de alegria, de Paz e de consolo! Amém!

Pr. Sandro Soares de O. Lima casado com Débora Dalava e pai da Rebeca, serve a Deus como pastor na Igreja Adventista da Promessa em Cascavel e Toledo no Paraná.