Laços de amor e cumplicidade

A importância do nosso legado para os filhos

Em um mundo em que os valores ensinados pelos pais são considerados defasados, onde a correria e a falta de tempo são os maiores vilões para uma vida familiar saudável, tudo isso promove um “racha” nas famílias. Mas como podemos blindar nossas famílias? Cumprindo um princípio escrito na palavra de Deus: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 25.15b). Esse é o segredo, tomar a responsabilidade para si quando se trata de criação dos nossos filhos, herança do Senhor.

O temor do Senhor é o principio de toda sabedoria. Com Ele saberemos ensinar nossos filhos a obedecer, amar a Deus, cumprir seus propósitos, a fazer a sua Vontade. Assim as promessas de Deus se cumprirão sobre a tua parentela.

E se forem instruídos em amor, os modismos, a modernidade, os grupos de amigos não tirarão a essência de Cristo nos seus filhos. Esse processo não se dá de um dia para o outro, é diário. Quando fazemos isso estamos deixando um legado para os filhos e eles aprenderão vendo as promessas de Deus se cumprirem na vida de quem é fiel.

Como Josué disse: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor!” Todavia, que você possa entender, que as coisas só acontecerão quando se viver uma vida de amor, em obediência a Deus. Em sua Palavra, o Senhor Deus prometeu prolongar os dias na terra do filho que honrar seus pais.  Feito isso, laços de amor e cumplicidade estarão vivos no coração deles.

Dsa. Márcia Moura, IAP de Piabetá-Magé, Resofap Rio de Janeiro