Já elogiou alguém hoje?

A palavra elogio, do grego eulogia, significa “falar bem de”; no dicionário é definido como aprovação explícita, enaltecimento de uma qualidade ou virtude de alguém. Mas, o que o elogio causa no cérebro humano? Quando somos elogiados, é liberada pelos neurônios, a dopamina, responsável por uma sensação de bem-estar imediata, que ativa o sistema de recompensa do cérebro, aumentando a possibilidade daquele comportamento se estabelecer e ser repetido pelo indivíduo. A dopamina controla a nossa memória, capacidade de aprendizagem, além dos efeitos sobre o nosso humor, ou seja, sendo nós seres de relações afetivas e sociais, o elogio nos traz sensação de significância, melhora nosso desempenho cognitivo, assim como a autoestima e empatia.

O elogio deve ser utilizado em nossas relações desde a infância, é uma habilidade que deve ser ensinada e reforçada e o quanto antes for estimulada melhor. Dessa forma vamos aprendendo como elogiar, assim como, lidar com os elogios que recebemos. Além de que, uma pessoa que sabe lidar com elogios, também apresenta mais facilidade no enfrentamento das críticas ou possíveis respostas negativas de seu comportamento.

Mesmo diante de tantos benefícios para nossa saúde mental, essa habilidade social, que é o elogio, tornou-se escassa nas relações atuais. Aliás, temos uma tendência a não ver com bons olhos os que enaltecem qualidades ao invés dos defeitos. Os que são incentivadores, motivados, empáticos, parecem fugir do padrão crítico que impera e esse comportamento passa ser observado como estranheza.  E, muitas vezes, elogiamos da maneira incorreta, por exemplo: “Ele é inteligente passou no concurso, mas também só estuda.” ao invés de “Parabéns pela dedicação.”  O filho dela é educado, mas também do jeito que é brava” ao invés de “Que mãe dedicada “.

Quando falamos algo positivo seguido de algo negativo, a tendência da memória é reter a informação negativa, então, você pensa que está elogiando, mas para o outro ele foi cobrado e criticado, não faça o tal “sanduiche” elogio + critica + elogio, seja assertivo, apenas diga o que observou no outro, isso não te faz inferior ou bajulador, mas um incentivador de pessoas. Vamos elencar algumas dicas de como elogiar de maneira eficaz:

  • Valorize o esforço e a estratégia da pessoa naquela ação;
  • Seja respeitoso ao falar e procure elogiar imediatamente, isso valida o comportamento;
  • Não faça falsos elogios. Seja sincero ou fique calado.
  • Seja objetivo ao elogiar. O que exatamente merece ser elogiado?Diga à pessoa o que fez de notável, não generalize ou compare com algo.
  • Regule suas expectativas, você esperava flores, mas ganhou um jantar, lembre-se da primeira dica.

Concluiremos essa reflexão com uma frase, que parece clichê, mas é uma verdade visceral: “Seja um incentivador de pessoas, o mundo tem críticos demais”. Então, você já elogiou alguém hoje?

 

Por: Jéssica Fernanda Pupo Vermelho, psicóloga clínica, especialista em Saúde Mental pela Faculdade de Medicina de Rio Preto, casada com Yuri Vermelho, congrega da IAP do Jardim Urano.