Família: oficina do amor

A família é uma instituição sagrada, criada por Deus. Ela é responsável por promover a educação dos filhos e desenvolver valores morais e sociais, que servirão de base para o processo de socialização do ser humano. A família é a base de tudo. Quando ela vai bem, a igreja vai bem, a escola vai bem, a sociedade vai bem, o serviço vai bem etc.

Com a expressão Família: oficina do amor, queremos dizer que, bem antes de nascermos, já somos amados, esperados e desejados. Aos poucos, vamos crescendo e construindo nosso caráter, de acordo com os ensinamentos da família e da palavra de Deus. Somos alimentados, fortalecidos e estruturados para aprender a enfrentar as lutas, os desafios e as dificuldades do dia a dia.

Quando nos machucamos ou nos decepcionamos com algo, podemos voltar, sem medo para a oficina do amor, porque ela é o nosso porto seguro, e é lá que sempre seremos bem recebidos e encontraremos proteção, verdadeiro amor, remédio certo, palavras corretas, que nos ajudarão a nos reerguer, nos fortalecer e nos reestruturar; pois é nessa oficina que seremos moldados novamente.

Mas, infelizmente, hoje, vemos muitos lares disfuncionais, desorganizados e desestruturados, que têm buscado ajuda em outras oficinas. Esses lares são como oficinas fechadas, sem amor, sem proteção, sem uso, ou seja, não têm cumprido o seu verdadeiro papel.

Por isso, devemos tomar muito cuidado com o que tem tomado a nossa atenção. Devemos observar as coisas com as quais nós e os nossos filhos temos nos preocupado mais: a que temos assistido e do que temos participado. Não podemos deixar que a tecnologia, que é uma excelente ferramenta, seja mal utilizada, a ponto de influenciar negativamente os relacionamentos familiares, ou seja, não devemos permitir que certos valores sejam substituídos pelo mundo virtual ou que a oficina do amor seja substituída pela oficina virtual.

Devemos estar atentos, pois vivemos em um mundo acelerado, no qual muitas coisas importantes passam rápido demais.

O importante é acreditar na família como a oficina do amor, criada por Deus, que estará sempre de braços abertos para a reconstrução familiar.

“Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas, quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.” Deuteronômio 6:6-7

Por: Adriana Virginia da Silva Rosa, casada com Marcos Rosa, mãe do Alexandre, formada em Ciências Econômicas, congregam na IAP Vila Virgínia.