Dois filhos que não devem ser imitados

As consequências da omissão na educação podem ser trágicas

“…e os dois filhos de Eli, Hofni e Fineias, morreram.” (I Sm 4.11b)

Na Palavra de Deus, encontramos várias passagens que tratam da responsabilidade dos pais na educação dos filhos. Uma delas é a triste história do sacerdote Eli e de seus dois filhos Hofni e Fineias.

As Sagradas Escrituras nos mostram que Hofni e Fineias não respeitavam a Casa de Deus como deveriam. Praticavam todo tipo de imoralidade no Templo e fora dele. Isso era e é abominável ao Senhor. Pois, como filhos de um sacerdote de Deus, tinham o dever de serem bons exemplos para os demais.

Eli deveria redarguir seus filhos e não “passar a mão na cabeça” deles. Esse sacerdote conhecia muito bem os mandamentos de Deus, acerca das obrigações de um genitor para com sua prole. Eli preferiu “fechar os olhos” para não ver, ou seja, se omitir. Esse homem amava mais a seus filhos do que ao seu Senhor. Por isso, Deus o repreendeu duramente porque não os corrigiu.

No fim de tudo, Eli e os seus “pagaram caro” por isso. Eli morre, após saber que Hofni e Fineias foram mortos à espada pelos filisteus, num cumprimento de uma profecia divina proferida pelo pequeno Samuel.

Neste fato verídico, acontecido há séculos e muito atual, vemos como Deus – que é Santo e Justo- trata o pecado da negligência e da omissão dos pais na educação de seus filhos. Pois, os filhos são a herança do Senhor e seu legado.

Laís Tabosa Vaz , IAP Morada da Serra, Resofap Matogrossense

 

Nenhum comentário

Comentários estão desativados