Comprar coisas “porque eu mereço”?

Algumas propagandas fazem apelo ao merecimento para vender seu produto, instigando no consumidor uma resposta mais emocional que racional. Estamos tão acostumados a reagir emocionalmente que deixamos de aplicar princípios bíblicos ao ato de comprar, embora achemos importante sua aplicação em muitas outras situações. Somos impulsivos nas compras mesmo que já tenhamos aprendido a ser pacientes em outros assuntos.

Mas Deus quer nosso treino de paciência e reflexão em tudo. Antes de comprar, ore e pense:

1 – DEUS se agradará com minha compra? Há outras prioridades explícitas em Sua vontade, mas que eu tenho deixado de lado? Por exemplo: contas atrasadas, dívidas, alguém necessitado sob minha responsabilidade…

2 – É o MOMENTO certo de comprar? Preciso disso AGORA? Ou farei melhor uso do dinheiro em momento mais propício? Aqui você pode questionar sua necessidade, pensar em investimentos, esperar promoções…

3 – Eu realmente GOSTEI desse produto? Vou fazer bom uso dele? Ou desejo comprar porque estou me sentindo meio pra baixo e quero sentir o gostinho de ter algo novo, não importa o quê?

Sobre o terceiro item, um exercício que me ajuda muito é dar uma nota para o produto em questão. Se for abaixo de 9, é porque não achei tão bom assim. Mesmo se estiver em promoção, se não está tão bom para mim, não valerá a pena gastar dinheiro com aquilo. Na dúvida, não compre, peça para reservar e volte depois de cabeça mais fria. Comigo dá certo!

Texto por Norma Braga no instagram @normabragaoficial

https://www.instagram.com/normabragaoficial/