Árvore de Vida

“A esperança que se adia faz adoecer o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida”.  Pv. 13:12

Quantos são os corações adoecidos pelas decepções causando as mais diversas dores, sejam físicas, psicológicas ou emocionais. Pessoas tem se perdido em meios às dificuldades da vida frustrando-se por seus planos não concretizados. Algumas permitem que o desespero produza tamanha tristeza que não conseguem mais ver o brilho que cada novo amanhecer pode trazer.

Ao observarmos uma bela árvore frondosa com seu lindo porte robusto, ficamos maravilhados por sua beleza, mas nem sempre analisamos quantos anos se passaram, quantas tempestades, os dias de sol causticante, os dias de geada… quanta dor!

 Lembramos o que o apóstolo Paulo relata na Carta aos Romanos 5.3-4: “…sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança”. Para ser “árvore” a jornada é longa.

A metáfora apresentada no texto de Provérbios compara “árvore de vida” ao “desejo atendido”.  O sabor de uma conquista é indescritível, ou melhor, é “Árvore de vida” e traz satisfação.

Minha irmã, espere um pouco mais e logo verás uma bela “árvore”!

As decepções fazem parte da vida e nos acompanharão sempre, mas o grande segredo é saber onde colocar nossa esperança. Nossa esperança é Jesus!  Ele é o único que pode nos tornar plenamente satisfeitos.

“Porque deveras haverá bom fruto, não será frustrada a tua esperança”. Pv. 23:18

Dsa Fabíola Paes da Silva Gonçalves – IAP Santos SP