Aquieta-te

Às margens do lago de Genesaré Jesus viveu importantes momentos de seu ministério.

Em Marcos 1:14-20 Ele aparece convocando seus primeiros discípulos: “E, andando junto do mar da Galiléia, viu a Simão, e a André, irmão de Simão, os quais lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens”.

Mas um milagre maravilhoso que eu quero compartilhar com você, aconteceu bem no meio deste lago, também chamado de Mar da Galiléia.

As tempestades no lago da Genesaré eram, ao mesmo tempo, inesperadas e terrivelmente violentas.

Na condição humana Jesus, além de todas as outras necessidades, sentia em seu corpo, a fome, sede e, é claro, sono.

No exato momento da tempestade, um contraste que só na pessoa de Jesus poderia ser visto, Ele dormia em meio ao grande pavor, descansava enquanto os outros se desesperavam, repousava mesmo diante de tão iminente perigo.

Os discípulos o acordaram dizendo: “Mestre não importa a ti que estamos perecendo? (Mc 4.38b)”. Com certeza essas palavras foram ditas em um tom de grande pavor.

Imagino que Jesus gostaria de ter sido surpreendido pelos discípulos quando chegassem do outro lado do lago: “Mestre, quando estavas dormindo levantou-se uma grande tempestade, mas nos ordenamos ao mar que ele deixasse o Senhor dormir em paz, ele se aquietou…”. Talvez Jesus estivesse até sonhando com isso… O sono bom e merecido, interrompido pelo grito de homens tímidos, em algumas traduções “medrosos”, mas no original grego deiloi (deiloi) é “covarde” mesmo.

Jesus levantou-se e falou ao mar: “Aquieta-te, fica calado”… a narrativa bíblica continua… “Houve grande calmaria…”

Sabe meu amigo, diariamente estamos sujeitos a essas tempestades. Você pode esta pensando: “Nem perto do mar eu moro, não tenho costume de andar de barco…”, só que o lugar onde essa tempestade moderna acontece é dentro de nossos corações.

Jesus repreendeu o mar, e ele se calou, mas também repreendeu a tempestade no coração dos discípulos, que Ele carinhosamente chamou de covardia.

Acorde, levante, coloque-se como servo do Senhor que criou o mar, e que tem poder de falar com ele, o mesmo Senhor que disse que você e eu teríamos poder de fazer o que Ele fez, e coisas ainda maiores… Se… permanecermos nele, confiarmos inteiramente nele e arrancarmos para sempre de dentro de nós aquilo que ainda não traz temor e insegurança.

Diga à tempestade de dentro do seu coração: CALA-TE, e desfrute da presença maravilhosa do Senhor em sua casa, em sua família, em seu ministério, e sinta a mais perfeita paz e tranquilidade, nos momentos que você pensou que fosse o seu fim… Jesus tem vitórias maravilhosas para te dar.

É possível dormir em meio à tempestade?

Sim, é!

Por: Pr. Rogério Assunção, teólogo e especialista em Educação Básica e Gestão. Diretor de Missões e Evangelismo das Igrejas Adventistas da Promessa de Goiás. Pastoreia as igrejas de Jardim Madri e Independência Mansões (GO). Casado com Cleyse e pai de Ana Caroline e Lucas.