Ame hoje, como se não houvesse amanhã

Já demonstrou por alguém o seu amor hoje? Com tanta tecnologia, fica para depois uma aproximação física para demonstrar o quanto uma pessoa é importante para outra.

A Bíblia ensina muito sobre isso. Lá em Lucas 7: 35-40 está registrado uma das mais lindas demonstrações de amor já vista, uma mulher que a bíblia não revela o nome, mas é conhecida como uma mulher de má fama ou pecadora. Ela estava transbordando de amor e precisava derramar esse amor sobre Jesus.

Jesus havia sido convidado por Simão, o fariseu, para comer em sua casa. Os fariseus não admitiam a presença de uma mulher em um banquete, quanto mais uma pecadora. Mas, essa mulher ficou sabendo que Jesus estava lá, e não pensou duas vezes em largar tudo o que estava fazendo, e entrar naquela casa. Imagine quantos obstáculos poderiam ter passado pela cabeça dessa mulher, pois ela sabia que não era aceita pela sociedade, mas ela foi mesmo assim! Entrou pela porta, sem se importar com os olhares e comentários maldosos, nem com qualquer represália, se prostrou aos pés de Jesus com um vaso de alabastro, que era muito caro, e derramou sobre os pés de Jesus suas lágrimas, e enxugava com seus cabelos, derramando o unguento sobre os pés Daquele a quem ela só queria demonstrar seu amor. Ela não tinha palavras, apenas chorava prostrada aos pés de Cristo.  Simão, dentro de si, em seu coração, achou aquilo um absurdo, “Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora” (Lc. 7:39). Jesus que sonda os corações conseguia ver a pureza do coração daquela mulher, e via também a falta de amor daquele fariseu, e diz a ele: “Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça. Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com unguento. Por isso te digo: que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado, pouco ama. (v.44-47).

Ela tinha que ir, tinha que ser naquele momento, algo dentro dela a impulsionou a isso, e ela foi. Talvez se ela não tivesse ido, Simão não tinha ouvido de Jesus acerca do perdão de pecados, e ela possivelmente não teria a oportunidade de lavar os pés de Cristo com unguento e lágrimas. Pela Bíblia, em ordem Cronológica antes desse acontecimento, Jesus faz um convite amável: “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt 11:28). “Talvez tenha sido nessa ocasião que a mulher se arrependeu de seus pecados e creu no Salvador. Suas lágrimas, sua atitude humilde e seu presente indicavam transformação interior” (Wiersbe).

Ela precisava derramar sobre Jesus seu amor, e não podia ser em outro momento. Percebe o quanto é importante expressar seu amor? Não olhe para os empecilhos, não espere por outras oportunidades, não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Se algo em seu coração te diz para ir e demonstrar seu amor por Jesus, pelo esposo, filho ou um amigo, vá o quanto antes! Faça como ela, expresse o seu amor e viva em paz!

Querida leitora: ”Ame hoje, como se não houvesse amanhã”.

 

Texto por Eula Paula Basto, casada com Odeir Rodrigues, pastor da IAP em Piracicaba, mãe da Julia Basto de 6 anos, formada em Teologia pela Metodista e aluna no 5º semestre de Gestão Empresarial pela Fatec.