PALAVRAS que trazem Vida!

Acredito que muitos já tenham ouvido a expressão “Antes de ler palavras, aprendemos a ler o mundo”. E, é exatamente isso que acontece! Desde muito cedo, somos inseridos a uma sociedade em que “ler” é uma necessidade primordial ao ser humano.

Mas, o que é ler? De acordo com o Dicionário Priberam, Ler é: Interpretar o que está escrito; Proceder à leitura de; Decifrar através do reconhecimento de um determinado código; entre outros. Logo, ler não está relacionado à apenas ler palavras em um livro, papel ou em qualquer outro lugar.

Entretanto, quando nos referimos à leitura de um determinado material, sem analisarmos o processo de interpretação, já estamos nos referindo a algo mais amplo do que poderíamos imaginar e com benefícios incontáveis.

Quando nos dedicamos à leitura, nosso cérebro está incrivelmente ativado. Ao segurarmos um livro e fazermos uma leitura em voz alta, por exemplo, ativamos áreas cerebrais responsáveis pela visão, pela motricidade, pela audição, pela compreensão de palavras, pela memória de palavras anteriormente aprendidas, pela elaboração de pensamentos e acomodação de novos conhecimentos, e tantas outras áreas importantes. Isso contribui em larga escala para nosso desenvolvimento.

Estudos comprovam que o bebê em vida intrauterina tem condições de receber estímulos sonoros a partir da 21ª semana de gravidez. E nesse mesmo período, sua memória também começa a se estabelecer.

Sabe-se que uns dos fatores que auxiliam na aprendizagem da leitura e da escrita nas crianças são: a linguagem oral, além dos aspectos afetivos e ambientais. Logo, se a mãe conversa constantemente com a criança e prepara momentos de leitura com o bebê ainda na barriga, ela desde muito cedo, está contribuindo com o desenvolvimento de seu filho.

Ao ler enquanto crianças ou adultos, estamos ampliando nosso conhecimento e desenvolvendo novas experiências de vida, o que nos leva a nossa frase inicial. Ao ler aquilo que nos agrada, contribuímos com nossa felicidade, com nosso desenvolvimento e também com nossa interpretação de mundo.

Ao desenvolvermos o gosto pela leitura em nossas crianças, formamos crianças mais preparadas para o mundo, mais confiantes e mais sábias quando estiverem diante de decisões importantes.

Em Eclesiastes 7:12 está escrito: “A sabedoria oferece proteção, como o faz o dinheiro, mas a vantagem do conhecimento é esta: a sabedoria preserva a vida de quem a possui.”

Queremos preservar a vida dos nossos pequenos, nesse mundo tão difícil, e queremos que eles saibam o caminho que leva a vida, nada melhor do que seguir um conselho do livro denominado como a literatura da sabedoria.

Por: Mirian dos Santos Salvador, 26 anos. Graduada em Pedagogia e Pós Graduada em Neuropsicopedagogia Clínica. Congrega na IAP de Alvorada – Guarulhos/SP.