A essência da nossa gratidão!                 

No mês de dezembro, desenvolvemos boa parte do nosso conteúdo convidando nossas leitoras a refletir sobre a Gratidão. Gratidão no senso comum é um sentimento, uma emoção que surge diante de algo que fazem por nós, um agradecimento por um bem recebido. Na visão de muitas pessoas, independente de religião, parece existir um consenso de que ser grato é algo correto, de bom tom e que traz coisas boas para nossas vidas. Muitas publicações incentivam sermos gratos, especialmente nessa época do ano.

Na perspectiva bíblica ampliamos nosso entendimento sobre a “gratidão” e desvendamos sua verdadeira essência. Percebemos que a proposta de Deus em “sermos gratos em tudo” é muito mais profunda do que nosso conceito pós-moderno pode alcançar. Paulo aconselha os cristãos da cidade de Tessalônica para “em tudo dar graças” (1 Tess. 5:18), “sejam agradecidos”, “deem graças em todas as circunstâncias”.

Gratidão é apresentada como uma atitude, não vinculada ao tempo (cronológico e circunstancial), nem ao querer humano. Um princípio a ser seguido, “porque é a vontade de Deus” (e sabemos que ela é boa, perfeita e agradável – Romanos 12:2). Uma postura, um estilo de vida, um atributo, uma característica que deve acompanhar todos que creem em Cristo Jesus. Gratidão como um traço da personalidade do próprio Cristo, como uma característica comum para aqueles que seguem nosso Senhor. Essa deve ser a motivação real da nossa gratidão.

Gratas a Deus pelo que Ele é! Pela sua soberania! Confiando que no passado, presente e futuro Ele é Deus! Que não são nossos desejos e expectativas que devem estar no centro, mas sim a vontade Dele. Quando somos gratas em tudo na nossa vida, reconhecemos quem Ele é e O adoramos. Gratidão tem relação direta com louvor e adoração a Deus. O coração verdadeiramente grato não é grato por se sentir em dívida, mas o é como fruto de uma decisão. O coração verdadeiramente grato não almeja benefícios, mas desfruta deles como fruto da obediência. Sejamos gratas por tudo! Demonstremos o caráter de Cristo ao mundo! A Ele toda honra e toda glória pelo ano que encerramos e pelo ano que chega!