E as misericórdias? Elas se renovam todas as manhãs!          

A palavra misericórdia é composta por duas palavras latinas: miser, miséria; córdia, coração, isso nos dá seu maior significado; um coração bondoso e repleto de amor voltado para as misérias alheias, ou seja, nossas misérias.

E onde estão as misericórdias? Elas estão acima dos céus com o PAI DAS MISERICÓRDIAS. É indescritível saber que temos um Deus consolador e misericordioso como relata o apóstolo Paulo em 2 Co 1:3 — “ Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das Misericórdias e Deus de toda Consolação…”. Jeremias, o profeta chorão, entendia e conhecia bem as misericórdias do Senhor. Ele viveu num contexto de profunda dor e terror, mas em meio aos escombros da sua amada Jerusalém ele pode dizer: “Isto pode me dar esperança – as Misericórdias do Senhor!” E orando faz uma declaração de fé inesperada e sem igual: Lm 3:22-23 “ As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as misericórdias do senhor não têm fim; renovam-se a cada manhã. Grande é a tua fidelidade.” Que declaração fantástica de um homem de Deus!

Ele coloca toda sua esperança no DEUS DAS MISERICÓRDIAS. Ele traz à memória aquilo que podia lhe dar esperança, que não somos consumidos porque a compaixão de Deus não se esgota. Dia após dia, Deus continua a nos falar de suas misericórdias que não têm fim. Todos nós precisamos de misericórdia. Não há ninguém que não precise dela! As dificuldades e tribulações não deixarão de existir, mas quando nos lembramos das misericórdias do Senhor que se “renovam a cada manhã”, podemos deixar de lado a ansiedade que nos faz tanto mal, e correr para o Pai das Misericórdias. O termo “renovar” tem como um dos seus significados ‘mudar ou modificar para melhor’. Isto quer dizer que a cada dia as Misericórdias do Senhor mudam para melhor. Sim, “a cada manhã! “

É de manhã que levantamos dando graças pela vida, e cheios de fé iniciamos um novo dia com a esperança que tudo dará certo. Estejamos atentas à voz do Senhor nos dizendo: “TENHO NOVAS MISERICÓRDIAS PARA VOCÊ! DELEITA-TE NELAS!” Apesar dos dias difíceis que temos vivido, não temeremos o amanhã, pois sabemos que suas misericórdias estarão lá. Há tanta gente com medo, muita ansiedade, muita doença, depressão, pavor! Mas esta não é a nossa posição, a nossa atitude. Somos realistas e não pessimistas, pois vivemos pela fé! Não seremos consumidas, devoradas pela mídia, pelo consumismo e aniquiladas pelo mal. Por quê? Porque as misericórdias de Deus não permitem. Elas nos preservam, nos protegem, não deixam que sejamos assoladas. Em meio aos dias difíceis que vivemos hoje, quando nosso mundo está caindo aos pedaços, quando nossa família está se desfazendo, quando nossa saúde está em perigo; ainda assim, podemos nos alegrar e adorar Àquele, que a cada manhã, tem novas surpresas de misericórdias para nós.

Você está decepcionada com tudo e todos? Com o coração cansado? Acorda! Levante-se! Imite Jeremias! Olhe para o alto; lá está alguém poderoso que não dorme e nem cochila, pelo contrário, está atento às nossas misérias de cada dia. Sente-se desamparada? Caída? Então grite, clame pelas misericórdias como fez o cego Bartimeu, a mulher Cananéia e tantos outros. Faça a oração de quatro palavras: “Tem misericórdia de mim!” Isto nos traz esperança, sabermos que as misericórdias de Deus estão se renovando, não são estáticas, são dinâmicas, se renovam, e isto a cada dia, em todas as estações, nos 365 dias do ano!

Por: Dsa. Aparecida Venturini Ferreira casada com Odair João Ferreira mãe de Thiago Dayane e Carla é professora aposentada, congrega na Primeira igreja de Votuporanga-SP