Árvores frutíferas

“Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus, que não seguem o exemplo dos que não querem saber de Deus e que não se juntam com os que zombam de tudo o que é sagrado! Pelo contrário, o prazer deles está na lei do SENHOR, e nessa lei eles meditam dia e noite. Essas pessoas são como árvores que crescem na beira de um riacho; elas dão frutas no tempo certo, e as suas folhas não murcham. Assim também tudo o que essas pessoas fazem dá certo” Salmos 1:1-3.

O texto acima afirma que as pessoas que se desviam do mal e fazem da Palavra de Deus a sua fonte de direção, prazer e alegria, são comparadas a árvores que crescem na beira de um riacho; estas estão constantemente sendo alimentadas, nutridas e regadas por muitas águas. E o resultado? Elas dão frutas no tempo certo.

Devemos frutificar onde fomos plantadas. Deus nos plantou na igreja onde congregamos e é ali que devemos dar frutos para a glória de Dele. A igreja é um jardim, um lugar separado por Deus para seus filhos. Ali somos essas árvores frutíferas e essas flores que enfeitam e embelezam o ambiente.  Portanto, devemos deixar que esta água, o Espírito Santo de Deus encha os nossos corações para que tenhamos prazer em meditar dia e noite na Palavra de Deus e em servi-lo. Nossa participação nos cultos e nas atividades da igreja são fundamentais para nosso crescimento espiritual; assim sendo, estaremos alimentadas e poderemos dividir com outras pessoas o Pão verdadeiro que é Jesus Cristo, o Pão da Vida.  Que o Eterno e Soberano Deus ajude-nos e que possamos dar muitos frutos para glória Dele.  A escolha é sua! Quer ser comparada a uma árvore frutífera?  Obedeça a Palavra de Deus.

 

Terezinha Marques do prado Ferreira