A febre baixou instantaneamente

“Fui ao Congresso sem minha filhinha de 1 ano, a Rafaela.
No sábado à tarde, meu esposo me ligou me dizendo que minha filha estava com 40° de febre e que nenhum medicamento estava resolvendo. Mesmo confiando em Deus, me senti impotente e culpada por tê-la deixado. 
No meio do meu desespero, duas irmãs oraram por mim. Nesse momento, minha mãe pediu oração por minha filha e meu esposo, no Rio de Janeiro, a levou às pressas ao hospital.
Minutos depois, minha filha foi atendida em caráter de urgência, e mesmo após banho e procedimentos no hospital, a febre não cedia.
Então, 1.500 irmãs congressistas elevaram a Deus um clamor pela minha Rafaela. E o Senhor ouviu o nosso clamor. Cinco minutos depois da oração, meu esposo me ligou dizendo que eu poderia me despreocupar, a febre havia passado e nem o médico sabia explicar como.
Nosso Deus é o Deus de perto e de longe.
A abundante graça do Senhor foi derramada sobre mim e minha familia naquele Congresso. Glórias a Deus.
Ir. Gisele Martins, Resofap Rio de Janeiro

 

 

Nenhum comentário

Comentários estão desativados