Será que você está com a tal “síndrome do caranguejo”?

Nunca é tarde para recomeçar

No momento em que escrevia sobre esse assunto, ainda soprava o ar quente de uma tarde ensolarada, com algumas nuvens que escondia o azul do céu. Olhando pela janela da sala essa beleza natural, que não cobra ingresso para se apresentar, pensei: o que fiz nesse dia, com tanta vida explodindo lá fora? Poderia ter participado da corrida 10K com uma amiga, que insiste para que eu participe com ela, todas as vezes que traz uma medalha da competição. Isso me fez pensar o quanto a prática de esportes fez parte da minha vida quando eu ainda tinha duas décadas completas de vida. As vezes até arriscava competir em esportes radicais. Mas a pergunta é: será que ainda conseguiria ser boa nisso? Quem sabe, se eu tomar uma decisão hoje, ainda chego lá.

Uma análise do que foi feito no ano passado pode resultar em alegria ou alta dose de frustação. Tudo vai depender do diagnóstico realizado em relação aos esforços empenhados e resultados obtidos. Isso vale para todas as áreas da nossa vida. Nossos sonhos abandonados ou não concluídos estão inclusos nessa lista. Alguém deve ter dito para você em algum momento da vida a seguinte frase: “o seu sucesso só depende de você”.

Particularmente, concordo em partes. Posso explicar.

Josué recebeu uma palavra firme e encorajadora de Deus quando disse: não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois, o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. (Js 1:9)

Essa palavra de Deus à Josué nos indica que temos todo apoio, encorajamento e ânimo necessário para viver uma vida inteira superando os desafios naturais que ela nos impõe, com uma ajuda do dono do tempo, a quem podemos confiar a condução de todos os nossos planos e o controle da nossa vida. E isto faz toda a diferença.

Para voltarmos a sonhar, precisamos ajustar nossas motivações ao plano original de Deus para nossa vida. Somos dependentes dele, por mais que o sistema falido do mundo tente nos convencer do contrário.

Em muitos momentos somos atingidos pela “síndrome do caranguejo”. Isto ocorre quando começamos a “andar para trás”, perdendo totalmente o foco, que aliás, sempre está à frente, nunca de lado, muito menos atrás.

Existirão momentos em nossa vida que precisaremos dar um passo atrás para recalcular nosso “GPS” e retomar o rumo dos nossos sonhos e planos na direção correta. Certamente, esta parada estratégica qualificará nossa missão, otimizando os resultados na curta jornada da nossa vida.

Para uma caminhada com os olhos fitos no horizonte, é essencial perguntarmos a nós mesmos: o que realmente importa?

Gosto de refletir sobre a mensagem da frase desse reconhecido escritor.

“O ser humano não morre quando seu coração deixa de pulsar, mas quando de alguma forma deixa de se sentir importante”. (Augusto Cury)

Já parou para pensar que nascemos, crescemos, constituímos família, carreira, fazemos amigos e estamos sempre ativos, até que chega um momento em que os filhos se tornam independentes, não somos mais tão ágeis naquilo que fazemos ou temos que nos aposentar; sem mencionar que os amigos ficam para trás, pois cada um seguiu sua vida. Desse momento em diante começamos a pensar: para que existimos e até onde ainda somos capazes de chegar?

Podemos ser do tamanho dos nossos sonhos. Jesus afirmou que tudo é possível àquele que crê. (Mc 9:23)

Deus nos conhece mais do que nos mesmos e nos dá o que precisamos. O que você está esperando?

Retome a coragem! Pegue um papel e uma caneta e liste todos os seus sonhos engavetados, os projetos que não foram concluídos e os novos planos para os próximos anos. Redobre o ânimo, passando um tempo em oração, pedindo a orientação do Pai.

Faça um planejamento, com objetivos, metas e datas para serem concluídos. Não desista quando enfrentar os empecilhos. Mantenha sua disposição para vencer os desafios, seja forte e persistente. Comprometa-se com suas metas e prazos. Prepare-se para o momento da vitória.

Empenhe-se em conquistar aquilo que o dinheiro não pode comprar. Lembre-se de que muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor. (Pv 19:21)

Deus é o maior idealizador de sonhos, o único capaz de nos reconectar ao traçado original do caminho desenhado para nossa vida.

Reanime seus sonhos. Nunca é tarde para recomeçar.

Por: Dsa Maristela Montanheiro de Paula, esposa do pastor Amadilson de Paula, mãe de Stephany Nicolle e Nathalie Caroline, congrega na IAP em Vila Maria, com formação em pedagogia e marketing, atua como gestora empresarial.