Cristã mas ecologicamente incorreta?

A pergunta inicial é bastante pessoal, não é? Aristóteles afirmava que “o todo é maior do que a simples soma das suas partes”. Entendeu a profundidade desta filosofia? Ela apresenta o mundo como um todo, integrado, como um organismo. Isso nos inclui. Inclui a nós e nos responsabiliza. Não nos responsabiliza pela “soma”, mas pelo “todo”. Não nos coloca como “parte”, nos integra completamente. E isso se encaixa muito bem na orientação bíblica quando Deus nos chama a sermos completos, perfeitos (II Timóteo 3:17), a fim de que tudo que façamos glorifique a Ele (I Coríntios 10:31). Legal né? 

Pois é, mas no ano passado vimos os EUA, sob o comando de Donald Trump, deixar o Acordo de Paris para proteção do meio ambiente. Este tipo de postura mostra o quão estúpidos podemos ser. Olhamos para este homem (Trump) que diz professar uma fé cristã, agindo sem nenhum (ou muito pouco) amor a natureza mesmo sendo os EUA o segundo maior poluidor do planeta.

Uso este exemplo extremo para nos fazer refletir sobre a discrepância que podemos encontrar entre nós (cristãos) e o cuidado com a natureza. Repito: o exemplo é extremo, mas pense a respeito. Já havia dito em outro texto que você não precisa se jogar na frente de um petroleiro com um barquinho inflável, não precisa se embrenhar na mata para perseguir caçadores. Basta começar por coisas simples: recicle seu lixo, não jogue papel no chão, não suje a água dos rios a sua volta, prefira materiais recicláveis àqueles que não são. Coisas simples.

Biblicamente compreendemos que todas as coisas feitas por Deus são feitas “…em favor dos homens” – Salmos 66:5. Então, não faz sentido sermos cristãos ecologicamente incorretos. Há um apelo claro a toda a humanidade para mudar de atitudes, a nível pessoal e coletivo. Pessoal, pois as grandes mudanças não acontecem pela ação direta de um grupo, mas pela ação simples do indivíduo. Coletivo, pois o resultado das ações individuais beneficia o todo. Portanto, finalizo da mesma forma que comecei: “o todo é maior do que a simples soma das suas partes”.

 Que o DEUS Criador, nos abençoe e nos guie sempre.

Por: Airton Dias casado com Hélida Maia Vasconcelos Dias, mestre em Ciências de Materiais na Unesp, Doutor em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pós-doutor em Cronologia e Raios Cósmicos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Professor e atual secretário do Ministério com Jovens (FUMAP).