Tomar café com um amigo: uma das melhores terapias!

Levamos uma vida muito agitada e cheia de ocupações e muitas vezes essas ocupações nos causam angústia, ansiedade, stress… além de nos distrair e nos roubar tempo para o que realmente é importante.

Acordamos cedo e logo começa nossa maratona: levar crianças na escola, lavar, passar, cozinhar, cuidar da casa, das plantas, do cachorro… limpar geladeira, organizar armários, fazer feira, mercado, praticar esportes…ufa!

Ah, e além de tudo isso, trabalhamos fora! Quase não temos tempo pra nada! As tarefas do dia a dia nos consomem! Os 86.400 segundos que são creditados em nossa conta todos os dias, parecem poucos!

Difícil não lembrar de Marta. Irritada com tantos afazeres, ela pergunta:

“Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha para cuidar das coisas? Dize-lhe, portanto que venha me ajudar”. Jesus então responde: “Marta, Marta, estás ansiosa e perturbada com muitas coisas. Poucas coisas, porém, são necessárias, ou apenas uma. Maria, por sua parte, escolheu a boa porção, e esta não lhe será tirada” (Lc. 10:40-42). Marta corria contra o tempo, enquanto Maria se deliciava num maravilhoso “café com Jesus”.

Sempre me coloco no lugar de Marta e me pergunto: será que tenho investido meu tempo no que realmente importa?

No salmo 90:12, Moisés pede ao Senhor: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios”.

O sábio Salomão (Ec.2) faz uma reflexão de tudo o que tinha construído e adquirido, querendo saber o que realmente valia a pena, nos poucos dias da vida humana, e ao final conclui: “quando avaliei tudo o que as minhas mãos haviam feito e o trabalho que eu tanto me esforçara para realizar, percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento” (Ec. 2:11 nvi).

É importante cuidar da casa, dos filhos, dos afazeres domésticos, mas às vezes é preciso desacelerar! Descansar a mente. E nada melhor que um café com um amigo! Terapia gratuita! Ouvir, dar risada, dar e receber conselhos, falar de Jesus! Dedicar tempo à nós mesmos e a quem amamos. Quem sabe falar dos problemas… talvez a gente perceba que eles nem existam. Era só falta de café!.

A vida passa muito rápido. Como disse Mário Quintana: Quando se vê, já são seis horas! Quando se vê, já é sexta-feira! Quando se vê, já é natal! Quando se vê, já acabou o ano! Quando se vê, lá se foram 50 anos!

Que apesar de toda a correria, jamais falte tempo para um café com um amigo!

Por: Eliene de Oliveira França Amâncio congrega na igreja em Alvorada – Guarulhos/SP