Quando nos pedem para orar

 Vamos considerar que a oração é um processo de comunicação que nos permite falar com Deus, é através da oração que ativamos uma ligação com o Ser Divino que comanda o Universo e de acordo com o registro nas Sagradas Escrituras em 1João 5.14 “E esta é a confiança que temos nele, que  se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve.” E conforme está registrado na Carta do apóstolo Paulo aos Romanos 12.2 a vontade de Deus “é boa, agradável e perfeita.”

Temos também o Espírito Santo habitando em nós, de acordo com a Palavra de Deus, e certamente Ele nos ensina a orar como convém. Quando nos pedem para orar, devemos nos comprometer com quem nos fez o pedido e saber que a prática da oração é um privilégio na vida daqueles e daquelas que se dispõem a falar com Deus na posição de intercessores, de forma sincera, humilde e confiante. “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.”

Através da oração Deus muda situações, cura, liberta, consola, restaura e salva. Em Romanos 8.34 a Palavra nos diz que: “Cristo morreu, ressuscitou dentre os mortos, está à direita de Deus e também intercede por nós.” Portanto, os filhos e as filhas de Deus devem cultivar o ministério da intercessão tendo como exemplo o nosso Mestre, Salvador e Senhor Jesus Cristo, que é o nosso grande intercessor junto ao nosso Deus e Pai.

Por: Gersina Silva, mãe de Gisele da Silva Caetano, professora do Ensino Fundamental e congrega na Igreja Adventista da Promessa em Poá