Não ponha lenha na fogueira

No dia 01 de maio deste ano fomos surpreendidos com a notícia sobre o desabamento de um prédio em chamas na cidade de São Paulo. A primeira linha de investigação é que foi provavelmente um acidente doméstico, ou seja, uma pequena chama ou curto circuito acabou resultando num trágico e  irreparável acidente. O fogo é devastador, por onde passa causa estragos e dor, e uma pequena faísca é o suficiente para o começo de um grande estrago.

Em Provérbios 26.20 lemos assim: “Uma fogueira se apaga quando acaba a lenha; da mesma maneira, as brigas acabam quando o encrenqueiro e implicante é separado do grupo”. A expressão “não colocar lenha na fogueira” acabou virando um dito popular, é muito utilizada quando nos referimos a não agitar, apoiar, incentivar um assunto ou discussão.

A Bíblia nos encoraja a sermos apaziguadoras de conflitos. De que forma então podemos fazer isso?

  • Ouvir antes de falar: “Quem responde antes de ouvir comete insensatez e passa vergonha.” (Provérbios 18:13)
  • Manter a calma: “A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira.” (Provérbios 15:1)
  • Ignorar o insulto: “O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto”. (Provérbios 12:16)
  • Não retribuir o mal: “Não retribuam a ninguém mal por mal. Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos”. (Romanos 12:17)
  • Pensar antes de falar: “O homem que não tem juízo ridiculariza o seu próximo, mas o que tem entendimento refreia a língua”. (Provérbios 11:12)
  • Ser paciente: “O homem irritável provoca dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão.” (Provérbios 15:18)
  • Perdoar: “Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” (Colossenses 3:13)
  • Promover a paz: “Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus.” (Mateus 5:9)

A Bíblia é um manual incrível para nossa vida. Nela encontramos tudo o que precisamos para vivermos de uma forma que agrade a Deus, e  também para que nos tornemos pessoas agradáveis na convivência com todos ao nosso redor.

 

Por: Hélida Maia Vasconcelos Dias casada com Airton Dias – Graduada em Administração de Empresas e MBA em Marketing e Negócios – Congrega na Igreja Adventista da Promessa Vila Helena em Sorocaba/SP