Jardim: um lugar para achar Jesus!

A SEMENTE: Perguntou-lhe Jesus: Mulher, por que choras? A quem procuras? Ela, supondo ser ele o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. (Jo 20.15)

CONHECENDO O TERRENO: Tomemos por reflexão, uma narrativa da ressurreição de Nosso Senhor, que enfoca um achado num jardim. Ela se dá na gruta em que foi sepultado Jesus (Mt 27.59-60). Nos instantes iniciais, temos a figura de Maria Madalena, a primeira a saber da ressurreição e anunciá-la (Mc 16.9) ao discípulo amado e a Pedro, que, após correrem para ver o que havia ocorrido, entenderam que Jesus estava vivo (Jo 20.1-17). A narrativa de João retrata o comovente encontro entre Jesus e Maria Madalena.

O trecho de Jo 20.11-18 nos descreve a emoção de “achar” o Cristo ressurreto. Primeiro, porque achar o Senhor era um anseio de Maria Madalena (Jo 20.11-13). Maria chorava, olhava o sepulcro vazio e diante da presença de anjos no local, foi informada que o Senhor havia ressuscitado. Segundo, Madalena persistiu (Jo 20.14-15). Diante da pergunta daquele que pensava ser o jardineiro, Jesus questiona o porquê do choro, do desespero? Ela, focada, diz: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei (v.15b).

Diante da busca, o Senhor responde. Diante do clamor, Ele ouve. Ela só o buscou, porque Ele a buscou primeiro. Ela só o achou, porque Ele a achou primeiro, tanto que Madalena o reconhece pela voz (Jo 20.16). Sua alegria é tamanha que parece querer deter o Senhor ali, como que estivesse agarrada aos seus pés , mas é avisada que Ele deveria aparecer aos demais, e ela deveria testemunhar o que havia visto e ouvido na ocasião (v.17-18). Então, pouco a pouco, a incerteza da morte foi trocada pela vitória da ressurreição.

 

  1. Reflita sobre duas atitudes praticadas por Maria Madalena, a fim de “achar” o Senhor. Leia Jo 20.11-15.
  2. Diante da descoberta que o jardineiro na verdade era Jesus, medite sobre a reação de Maria Madalena e a proposta do Senhor. Leia Jo 20.16-18.

 

CULTIVANDO A VIDA: Busquemos ao Senhor neste “jardim”. Nas palavras de Jeremias: Vós me buscareis e me encontrareis, quando me buscardes de todo o coração. Eu me deixarei ser encontrado por vós, diz o SENHOR, e mudarei o vosso destino (29.13-14a). Devemos constantemente estar aos pés do Senhor, buscá-lo em oração, de todo coração (Jr 29.12). Estar diante do Senhor e ter a certeza de sua ressurreição são provas de uma verdadeira fé.

Porém, não devemos nos deter apenas ao jardim, lugar do conhecimento e aconchego a Deus. Mas devemos cumprir o mesmo mandato que Jesus ordenou a Madalena: …vai ter com os meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para meu Deus e vosso Deus (Jo 20.17b). Depois de estar aos pés do Senhor, devemos sair e anunciar a palavra da ressurreição. Devemos imitar a missionária da ressurreição!

 

  1. Como tem sido sua experiência de buscar ao Senhor em oração?
  2. O que mais desafia você de anunciar o Cristo ressurreto?

Por Andrei Sampaio

Nenhum comentário

Comentários estão desativados