Cultivando o que é belo

Gosto muito de plantas, mas confesso que não tenho habilidade com elas. Em minha casa existem poucas. As que resistem são as que podem receber pouca água, porque dependendo da correria da semana, eu simplesmente me esqueço delas e quando me lembro, necessitam de cuidado redobrado para sobreviver. Li que algumas das principais dicas para quem deseja iniciar um cultivo é dedicar tempo e atenção, aprofundar a leitura sobre técnicas de cultivo, regar na dose certa para que a umidade em excesso do solo não atrapalhe no desenvolvimento da planta.

Cheguei à conclusão de que um bom cultivo exige tempo, esforço e comprometimento. Mas e quando se trata de cultivar qualidades em nossa vida? Cultivar o que é belo?  Aperfeiçoar boas atitudes em nosso dia a dia? Bem, aí o assunto é ainda mais delicado.

A sociedade em que vivemos ensina a pagar na mesma moeda, revidar a ofensa, responder à altura, impor opinião e preferência a todo custo (quer o outro goste ou não), desejar e cobiçar o que é do outro, falar mal, ser ríspido ou rude no trato. Mas o que a Bíblia, que é o nosso referencial como mulheres cristãs diz a respeito de qualidade ou fruto que devemos cultivar em nossa vida e relacionamentos?

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio”. Gálatas 5.22,23

Não diga: “Farei com ele o que fez comigo; ele pagará pelo que fez”. Provérbios 24.29

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira”. Provérbios 15.1

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo”. Efésios 4.31,32

Muito diferente não?

Querida mulher: Você tem cultivado valores e atitudes do mundo ou baseados na Palavra de Deus?

É hora de avaliar o que tem sido cultivado em sua vida, boas atitudes que aproximam pessoas como o suave perfume de um canteiro de flores? Ou plantas com espinhos que machucam e ferem os que estão ao redor?
Algo é certo, Deus começou uma obra maravilhosa em nossas vidas e tem nos moldado, precisamos nos espelhar em Cristo, depender do Espírito Santo que nos convence e transforma, ler a palavra de Deus e ter intimidade e comunhão com ele, de forma que compreendamos que há atitudes que só podem ser cultivadas e moldadas diante da presença de Deus e outras que precisam passar pela inspeção do agricultor e ser tratadas ou arrancadas: mentira, cobiça, inveja, maledicência, fofoca, palavras.

Esse cultivo também exige tempo: tempo de leitura da Bíblia, de oração e a sós com Deus confessando as fraquezas e se submetendo ao agir dele. Pense nisso.

Por: Adriana Cristina Mantelato Coveiro casada com Ailton Góis Coveiro, formada em Administração trabalha hoje como agente de viagens serve a Deus no Ministério Feminino Noroeste Paulista e congrega na igreja Adventista da Promessa de Jales no Jardim América