Aprendendo com Lídia

 “No sábado, saímos da cidade para junto do rio, onde nos pareceu haver um lugar de oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que para ali tinham concorrido. Certa mulher, chamada Lídia, da cidade de Tiatira, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava; o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia. Depois de ser batizada, ela e toda a sua casa, nos rogou, dizendo: Se julgais que eu sou fiel ao Senhor, entrai em minha casa e aí ficai. E nos constrangeu a isso. ” Atos 16.13-15.

Há muitas formas de proclamarmos o evangelho de Cristo. A melhor delas é através do testemunho pessoal. Muitas mulheres da Bíblia, através de seus exemplos, continuam falando conosco. Vamos aprender com Lídia?

Paulo, Silas e toda a equipe missionária chegaram a Filipos, primeira cidade Europeia para quem vinha da Ásia Menor.

Não havia famílias Cristãs ou sinagogas, então eles foram para junto do rio da cidade, onde julgavam ter um lugar de oração. Várias mulheres estavam lá, inclusive Lídia.

Primeira lição: Lídia tinha preocupação com a vida espiritual. Ela não conhecia tudo sobre o evangelho ou Deus. Mas, o pouco que conhecia, fazia-a estar num ambiente onde se falava dos valores espirituais. Provavelmente era uma prosélita do judaísmo. Alguém tem que abrir a porta do lar para o Senhor. Neste caso, Lídia era essa pessoa, pois gostava das coisas de Deus. Temos também que saber que a vida inclui coisas que os olhos não veem.

Segunda lição: Lídia era trabalhadora. A maioria dos comentaristas afirmam que Tiatira, de onde Lídia era natural, era um importante centro de venda de corantes extraídos de moluscos e tecidos tingidos que variavam do vermelho-rosa até o azul-marinho. Ela era vendedora destes produtos. Não comia o pão da preguiça. Uma mulher de negócios bem-sucedida. Queria o melhor para a sua família. A nossa família precisa também da nossa contribuição material.

Terceira lição: Lídia era temente a Deus. Não basta saber sobre Deus é preciso teme-Lo. E temer não é ter medo, mas respeito, consideração, alta estima. Apesar da sua alta posição financeira, as coisas de Deus a atraia mais. Muita gente tem dificuldade de associar vida financeira com Deus. Se tiver um pouco mais, esquece das coisas espirituais e entrega-se apenas às benesses que o dinheiro oferece. Com Lídia aprendemos que o dinheiro pode ser nosso servo e Deus o nosso Senhor.

Quarta lição: Lídia era sensível a voz do Senhor. Não estava naquele lugar por estar. Ela estava por inteira ali. Totalmente entregue. Física, emocional e espiritual. “Nos escutava”. Então Deus abriu-lhe o coração. Aprendemos que não basta frequentar ambiente que fale verdades espirituais. Estar apenas fisicamente não resolve. Deus sempre fala através do ensino bíblico, louvores, pregações, orações… Precisamos estar entregues para Deus abrir o coração.

Quinta lição: Lídia foi obediente. Ela não resistiu as águas do batismo. Fez uma aliança eterna com o Senhor. Subiu mais um degrau na graça. Não podemos ficar estagnados na fé. Há sempre algo novo para vivermos no Reino de Deus.

Sexta lição: Lídia trouxe a sua casa para o Senhor. Todos os seus foram batizados. Provavelmente, familiares e empregados. Não podemos baixar a guarda. Temos que lutar para as pessoas que estão ao nosso redor. E fazer o possível para que se cumpra em nossas famílias Josué 24.15 “…eu e a minha casa serviremos ao Senhor”.

Sétima lição: Lídia colocou tudo à disposição do evangelho. Ela entregou a própria casa: “entrai em minha casa e aí ficai”. Ela entendeu que se possuía algo melhor, deveria estar à disposição também de quem compartilhava o evangelho. Se possuía uma casa ampla, não admitia que os missionários ficassem de fora.  Afinal, eram agora seus irmãos e irmãos compõem a família. E como uma boa vendedora “constrangeu”. Não aceitou um não como resposta. E as tuas coisas estão à disposição do Reino dos Céus?

Em Cristo nosso maior tesouro,

Por: Pastor Elias Alves Ferreira – pastor na primeira igreja de Jales – Integrante do DEMI Geral

Nenhum comentário

Comentários estão desativados