Sob nova direção na família

Quem nunca passou por um estabelecimento e viu uma placa ou uma faixa escrita “sob nova direção”? Seja um salão, ou uma lanchonete, ou uma loja de roupas, etc. A expectativa de quem coloca a placa é de que as pessoas desassociem o estabelecimento dos antigos donos, ou do antigo gerenciamento do lugar. E por quê? Porque os antigos donos poderiam fornecer um serviço desagradável, por haver mal gerenciamento, ou simplesmente para dar um ar de novidade ao local e assim gerar curiosidades.

Imagine agora que sua família seja esse lugar onde as coisas estão sendo mal gerenciadas, os filhos são desobedientes, falta respeito no relacionamento conjugal, o relacionamento familiar não tem reciprocidade, companheirismo, falta afeto, amor e compreensão. Você gostaria de dar um up na sua família? Uma repaginada? Que tal colocar sua família sob nova direção?

Você já pensou em “gerenciar” sua família a partir dos princípios bíblicos? Na Bíblia aprendemos que não podemos provocar ira em nossos filhos, mas que devemos criá-los com disciplina através das instruções que Deus nos concede. Também aprendemos que o marido deve amar a esposa de maneira sacrificial e que a esposa deve respeitar o marido (Ef 5.21, 6.1-4).

Infelizmente vivemos em uma era de modismos, em que vários métodos novos de educação surgem, e muita coisa é escrita para ensinar a criar um filho de “sucesso” (li muito sobre isso, buscando princípios para educação de meu filho). Mas o que é ter um filho de “sucesso”?

Estamos vivendo uma época de tempos líquidos, como dito por um sociólogo polonês Zygmunt Bauman, em que nada é feito para durar, e isso se remete as famílias, são inúmeros os casos de divórcios, em que lares são destruídos e famílias desmembradas e remendadas, pois afinal a vida continua.

Valores seculares têm se sobreposto aos princípios bíblicos, por serem interpretados como ultrapassados. Mas não se engane! Se você está cansada do curso que tem seguido sua família e busca uma nova direção, medite nos princípios bíblicos, eles são atemporais, pois o seu autor não está preso ao tempo e espaço, foi ele quem inventou a família. Apenas ele sabe como ela deve funcionar e tudo que for escrito fora de seus princípios, está equivocado, pois quem melhor para saber conduzir uma família do que seu inventor?

 

Francinete Siqueira Rodrigues,casada com Denis Ferreira Rodrigues, mãe do Arthur S. F. Rodrigues, congrega na Igreja Adventista da Promessa em Amparo e é Professora de Matemática