Ela e Eu: Um Tempo de Qualidade

Depois de mais de 12 anos aconselhando casais, eu descobri que uma das coisas mais importante num casamento é o tempo que você passa com o seu cônjuge. Não estou falando de assistir um filme juntos, fazerem compras ou quem sabe um jantar em família (que também é essencial) eu me refiro ao tempo de qualidade: aquele de prestar atenção verdadeiramente, de olhar nos olhos, de ter ouvidos atentos e prontos a ouvir e de coração aberto.

Lembra-se da época de namoro, o que vocês não faziam para passar o máximo de tempo juntos? Contudo, os dias passam a rotina se estabelece os compromissos se multiplicam e o tempo se torna escasso, se torna ralo, minguado, exíguo, pouco, pouco de mais para ter tempo de perceber, de olhar, de ouvir ou sentir.

No livro “As cinco linguagens do Amor”, Gary Chapman faz uma observação no mínimo curiosa a respeito do segundo tipo de linguagem – qualidade de tempo. Ele diz: “nos restaurantes é perfeitamente possível notar a diferença entre namorados e casados. Os namorados miram-se nos olhos e conversam. Os casados sentam-se a mesa e olham ao redor do restaurante”. Do que nos adianta a linda casa, o carro novo e as demais coisas se não os curtimos juntos? Esse prazer de curtir o tempo com o cônjuge é que precisa ser resgatado, priorizado, precisa ter primazia.  Como é bom poder lembrar das coisas que fizemos a sós, do passeio no bosque, do jantar a dois ou mesmo do tempo que passamos deitados olhando um para o outro. Dalai Lama disse certa vez:  “Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”.

Chegou a hora de tomar uma atitude em nome do amor!

A Bíblia em Eclesiastes 3  diz:  “há tempo para todas as coisas, para todas as coisas há uma ocasião”, então, tem que haver um tempo para fazer “nada” juntos, um tempo para ficar de “papo pro ar”, simplesmente pelo prazer de ficarmos juntos sem nenhuma obrigação, só se curtindo.

Que Deus te abençoe. Tenhas Paz!

Por: Pr. Arimateia Oliveira Costa – Pastor da igreja Adventista da Promessa em  Independência Mansões em Goiânia-GO