Amor: a cola da família

A frase “a casa caiu” é familiar para você? Despertador que não funciona e todos chegando atrasados na escola e trabalho, a comida que queimou no fogão, bebê que chora de dor de ouvido, filhos adolescentes a beira de um colapso, mãe cansada pelo trabalho árduo dividindo-se entre casa, trabalho, filhos, marido, pai esgotado do trânsito, insegurança, problemas no trabalho, dívidas e enfermidades.

Discussões, problemas, e as tais diferenças de compatibilidade. Temperamentos, maneira de expressar, expectativas, ações e reações! Tudo é diferente entre os membros de uma família! E diga-se de passagem, só Deus para fazer dar certo essa combinação maravilhosa, estimulante e desafiadora chamada família. Mas o que faz com que um homem tenha paciência com a mulher controladora? O que faz com que um filho respeite seus pais, ou uma mulher suporte o mau humor do marido, o que faz a casa não cair?

Vivemos em uma sociedade onde os relacionamentos estão cada vez mais baseados nas emoções. Enquanto me sinto bem, feliz e tenho minhas necessidades satisfeitas, está tudo bem, caso contrário, se recorre ao divórcio, filhos vão morar sozinhos, ou simplesmente todos vivem debaixo do mesmo teto, mas sem um relacionamento interpessoal bíblico saudável.

Há uma frase de Jonh Piper que eu gosto muito: é a aliança que sustenta o amor!

Quando um casal assume o compromisso público através do casamento, uma aliança é feita. Quando um bebê nasce, uma aliança é feita. E Deus é o Deus das alianças! Foi assim desde o Éden, passando pelo povo de Israel, por Cristo e terá seu ápice na vinda do Messias.

As dificuldades na família são tão reais e de diferentes proporções, mas o que cola, une, edifica e mantém é o amor sustentado pela aliança, por esse compromisso feito primeiramente com Deus. A vida real é repleta de adversidades, por muitas vezes vamos nos decepcionar com nossos maridos, nos irritar profundamente com nossos filhos e perguntas do tipo: será que estou fazendo o correto? esse casamento vale a pena?… podem passar pela nossa cabeça, mas o que nos mantém no foco é: eu fiz uma aliança, eu tenho um compromisso feito diante de Deus e preciso honrar isso.

Com sabedoria se constrói a casa, e com inteligência se consolida. Provérbios 24:3.Tanto a sabedoria como a inteligência vem do idealizador da família e é só pedir, Ele dá de graça!

Quando vierem as dificuldades, as decepções, a vontade de desistir da sua família, lembre-se Deus fez uma aliança com você e Ele não vai desistir, Ele te ajuda e te sustenta com Sua destra fiel! Peça a Ele sabedoria, inteligência e atue não segundo as emoções, mas baseada nas doces palavras de Deus, cuja essência é o amor.

Por: Dsa. Danúbia Frota Pechoto Guarnieri, casada com PR. Anderson Guarnieri, mãe do Caleb e da Lía. Atualmente serve ao Senhor ao lado da sua família no campo missionário da Argentina.