Trabalho de mãe: semear hoje, colher no futuro!

“Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes” Salmos 126:6.

O processo da semeadura nos traz lições importantes, ninguém consegue semear nada pela manhã e colher à tarde. É preciso esperar a semente germinar e depois crescer para que, desta forma, seus frutos apareçam.

Semear com lágrimas exige o investimento em algo, pagar o preço, trabalho árduo, requer paciência, pois o semeador planta sem saber se vai colher.

O trabalho de uma mãe é exatamente assim, requer paciência, amor, cuidado, oração, entrega, fé, perseverança para com seus filhos. O caráter e o comportamento que seu filho irá assumir no futuro são investimentos da semeadura de hoje. Muitas pessoas sonham em ter um lar feliz, mas em todo tempo estão semeando amargura, grosserias, ofensas.

A palavra de Deus diz: “Ensinai os mandamentos do SENHOR aos vossos filhos, conversando acerca deles quando estiverdes sentados em casa e nos momentos em que estiverdes andando pelos caminhos, ao deitardes e quando vos levantardes para um novo dia” Dt 11:19 – grifo nosso.

O coração dos nossos filhos é o solo que Deus nos deu para o plantio. A palavra de Deus é a semente a ser plantada nesse solo. Como mães, essa é nossa missão, mesmo que seja árdua, não deixe de semear.

O Salmista nos dá a certeza de que a colheita virá e com ela a alegria pelo fruto colhido (…voltará com júbilo, trazendo os seus feixes. Sl 126.6b).

Que Deus nos dê a paciência e a sabedoria necessárias para educar nossos filhos no caminho do Senhor. Filhos são presentes de Deus por isso cuide, ame, seja exemplo, cumpra sua missão!

Por: Taisa Ramos de Lima Aguiar Teruel, casada com o Pastor Erik Teruel, mãe de Arthur, congregam na IAP de Urupês-SP.