Quem eu sou para você?

Na Bíblia encontramos vários adjetivos sobre Jesus, o mesmo é conhecido como maravilhoso, poderoso, conselheiro, Deus forte, Emmanuel, rei de Israel e Estrela da manhã. Tais atributos, realmente contemplam a grandeza do Criador, porém Ele vai além dessas meras categorizações, revelando-se de modo singular na vida de cada ser humano. Através disso, ele nos pergunta: “Quem dizeis que eu sou”?

Para alguns judeus, Ele é um transgressor da lei. Enquanto que, no Budismo, Cristo pode se referir a um ser iluminado. Já no Islamismo designa-se a um profeta. Para alguns indivíduos, Ele pode ser ficção ou apenas um homem sábio que impactou a civilização.

Esse cenário de pluralidade, constantemente perpétuo ao longo da sociedade, vem sendo evidenciado no Evangelho de Mateus 16:13-17, que relata as diferentes opiniões acerca de quem era Cristo.  Contudo, foi o discípulo Pedro que teve a revelação sobre a identidade do Criador, propalando: “Tu és Cristo, o filho de Deus”. Essa declaração só foi possível com ajuda do Espirito Santo, pois nesse momento, Pedro reconheceu que Jesus é o único que tem poder para salvar, que mesmo sem merecer, Cristo aceitou ser destituído da sua soberania e desceu ao mundo em forma de homem, para ensinar, pregar, curar, transformar e cumprir o desejo do Pai, sendo crucificado, para que eu e você tivéssemos acesso à vida eterna, por intermédio da graça.

Eu não sei quem Cristo representa na tua vida. Você pode ter dúvidas acerca de quem ele é; seus pensamentos podem travar uma guerra entre a fé e a razão; os problemas podem te sucumbir  ao ponto  de  perder a esperança e deixar de acreditar; a doença pode parecer não ter solução e o emprego nunca chegar, mas posso te garantir que Ele se preocupa com cada detalhe da sua vida, que ele tem planos pra você maiores do que você sonhou e ainda te convida a ser participante de seu reino. Ele entregou sua vida na cruz por nós e essa é a maior demonstração de amor que alguém poderia ter.

Se você tem dúvidas, ajoelhe-se na presença D’Ele e entregue sua vida e peça a Ele que seja o único e reconheça que Ele não é apenas uma história, mas sim o seu Salvador.

Por: Beatriz Fresche de Souza formada em psicologia; congrega na igreja Adventista da Promessa em Americana