Frio, chuva, vento, e agora?

Este é o dia em que o Senhor agiu; alegremo-nos e exultemos neste dia. Salmos 118:24

Estamos em pleno inverno. Os últimos dias foram acinzentados, de frio intenso e com muita chuva. Entretanto dias comuns em que as atividades diárias precisam continuar. Em um desses dias, quando eu abri a porta para sair e levar meu filho pra escola, um vento gelado corria, os pingos da chuva nos molhava, o sol estava muito, mas muito escondido. Entrei no carro e estava a ponto de externar minhas reclamações climáticas, quando meu pequeno garoto disse: Que lindo esse dia né mãe? Porque foi Deus quem fez e por isso temos que estar felizes! Eu respirei fundo e concordei com ele, oramos juntos e agradecemos a Deus pelo dia.

Esse foi um dos primeiros versículos que eu o ensinei e agora aplicado da melhor maneira possível pelo meu pequeno mestre.

Todos nós passamos por dias cinzentos, problemas no trabalho, trânsito cansativo, filhos chorando e sem dormir durante a noite, discussões na família, a morte de alguém querido, dificuldade nos relacionamentos, falta de emprego, decepções, dívidas e o próprio peso do pecado.

A questão é: esse é o dia que o Senhor fez! Estamos vivos, Ele nos dá o privilégio de respirar, a oportunidade de crer contra a esperança, de andar sobre as águas, de exercitar a fé, de confiar e descansar na paternidade de um Pai amoroso, fiel, protetor e que usa os maus dias simplesmente para forjar em nós a imagem de Seu filho primogênito.

Alegre-se pelos dias bons e alegre-se no Senhor quando vierem as adversidades, o frio, a chuva e o vento, porque Ele continua sendo Deus e está interessado em ver Cristo em nós.

Por: Dsa. Danúbia Frota Pechoto Guarnieri, casada com PR. Anderson Guarnieri, mãe do Caleb e da Lía. Atualmente serve ao Senhor ao lado da sua família no campo missionário da Argentina.