A TPM chegou! E agora?

Nós mulheres passamos por diversas mudanças ao longo da vida, e a mulher em idade fértil passa mensalmente por uma mudança que vai além do que podemos ver, que são os nossos hormônios. Esse tema TPM (tensão pré-menstrual) não é muito falado, mas o principal fator desencadeador são os níveis de hormônio se alterando no período pré-menstrual; os sintomas podem aparecer uma semana antes do fluxo menstrual e perdurar até o final do ciclo. É estimado que 75% das mulheres passam por isso e 5% delas sofrem em níveis bem elevados, o que pode causar conflitos em seus relacionamentos sociais e profissionais.²

São alguns sintomas da TPM: sensação de inchaço abdominal, ansiedade, irritabilidade, tensão, tristeza, atividade diminuída, crises de choro, desatenção, descuido da aparência, agitação, anorexia, apetite aumentado, desejos ou ânsia por alimentos ricos em carboidratos ou salgados, acne, constipação intestinal, mal estar, náuseas, peso aumentado, dentre outros³… nem sempre sentimos os mesmos sintomas e na mesma intensidade, mas para que possamos diminuir a intensidade ou eliminar alguns desses sintomas vejamos algumas dicas a seguir:

  • Uma alimentação saudável e equilibrada ajuda a amenizar os sintomas, diminuir o consumo de sódio e aumentar o consumo alimentos diuréticos como a melancia, aspargos, salsa, agrião e morango que ajudam a diminuir a retenção de líquidos e o inchaço. Os vegetais verdes escuros ajudam a diminuir as cólicas pois são ricos em cálcio. De preferência alimentos ricos em vitaminas B (especialmente B6) e vitaminas K e E, alimentos integrais e grãos entre outros nutrientes; eles auxiliam diminuem os sintomas da TPM. Sim, o chocolate também ajuda na sensação de bem estar por ser uma fonte de magnésio. Evite o café e seus derivados pois podem piorar a depressão e ansiedade.
  • Pratique exercícios físicos, pois eles liberam a endorfina, que promove sensação de prazer, relaxam, ajudam no funcionamento do intestino. Tente pelo menos 30 min por dia para sentir os resultados. Faça uma caminhada, corrida, natação, ginástica de alongamento entre outras possibilidades, encontre aquela que mais gosta, o que não pode é ficar parada.
  • Procure ajuda médica se os sintomas forem muito fortes impedindo de desempenhar alguma atividade do seu dia-a-dia, o auxilio de um profissional é muito importante, pois caso precise, ele recomendará uso de medicamentos que poderão ajudar durante este período.

Cuide de você, da sua aparência!  Durma bem, faça algo prazeroso, evite conflitos e situações que causem irritabilidade. Coloque as suas dificuldades diante de Deus em suas orações pois Ele nos conhece e cuidará de nós inclusive nesta fase.

Por: Elaine Braz Silva casada com Ismael Braz de Oliveira, Enfermeira Auditora clínica, especialista em saúde da família, congrega na igreja Adventista da Promessa em Cumbica Base e Ponte Rasa

 

¹ Artigo: Síndrome pré-mestrual e desempenho escolar. RBGO 23(7):459-462, 2001

² TPM: confira cinco dicas para aliviar os sintomas. GNT – 22/06/2012 às 20h19

³ Artigo: Consequências da STPM na vida da mulher (2001)Rev. Esc de Enferm USP 2001; 35 (3):205-13